Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Irmã de Léo Moura pode ter faturado R$ 500 mil com golpe

A prisão de Lívia Moura foi decretada devido a venda de ingressos falsos para o Rock In Rio e a suspeita é considerada foragida



Nesta terça-feira (6/9), o Portal dos Procurados publicou um cartaz pedindo informações sobre o paradeiro de Lívia Moura, a irmã do ex-jogador de futebol Léo Moura, suspeita de estelionato na venda de ingressos do Rock in Rio.


A mulher já é considerada foragida. Nessa segunda-feira (5/9), a Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCRJ) recebeu ordens para cumprir o mandado de prisão contra ela, porém, assim que chegaram na casa de Lívia, que fica localizada em Jacarepaguá (Zona Oeste do Rio de Janeiro), a suspeita já não estava lá.

Na ação da polícia foram encontrados ingressos verdadeiros e falsos para o Rock In Rio e há suspeita de que o golpe aplicado por Lívia possa ter chegado a R$ 500 mil. Vale destacar que apenas uma das vítimas fez uma transferência via Pix de mais de R$ 20 mil.

As vendas dos ingressos falsificados era feita por um site falso chamado “rockinriobrasil”, onde a grafia era similar a do site oficial do evento. Neste site falso, os ingressos eram vendidos mais baratos e Lívia ainda se aproveitava do status de ser irmã do Léo Moura para aplicar os golpes.

Através do instagram, o ex-jogador se pronunciou sobre o caso e disse que não compactua com as atitudes de Lívia.

“Bom dia, primeiramente agradeço aos amigos pelas mensagens de apoio e carinho comigo. Só quero deixar claro novamente que os problemas da minha irmã são absolutamente dela, infelizmente para a tristeza da família. Não me envolvo e nem compactuo com isso. Se errou, que pague pelos erros e não cometa novamente. Tenho minha família e um nome que zelo por muitos anos. Estamos tristes pelo acontecido porque somos humanos, mas estamos e ficaremos sempre do lado que é certo”, disse através de story em seu Instagram.


Histórico

Vale destacar que não é o primeiro golpe de Lívia. A irmã do ex-lateral também havia aplicado um golpe em torcedores do Flamengo, que viajavam de Manaus para o Rio de Janeiro para assistir ao jogo do Rubro-Negro, em 2019. O prejuízo do grupo teria sido de R$ 26 mil apenas com os ingressos.

Lívia disse ao grupo de torcedores que devolveria o valor dos 30 ingressos, o que nunca chegou a acontecer. Uma das vítimas deu queixa na 12ª DP (Copacabana), mas Lívia não foi presa, uma vez que o flagrante já havia passado.

Além disso, em 2016 aplicou um golpe em Renato Augusto, atualmente jogador do Corinthians. Na época Lívia tinha sido contratada para cuidar das atrações de uma festa do jogador, quando prometeu levar para a celebração shows de artistas como Thiaguinho, Péricles e MC Marcinho. Porém, os show nunca chegaram a acontecer.

Por Gabriel Aurélio - Metrópoles

Nenhum comentário

Agradecemos pelo comentário.