Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

INCÊNDIO EM GARAGEM DESTRÓI 52 ÔNIBUS EM LONDRINA; EMPRESA SUSPEITA DE ATO CRIMINOSO

Prefeito Marcelo Belinati visitou a garagem e revelou que é possível que os serviços do transporte público apresentem problemas nos próximos...

Prefeito Marcelo Belinati visitou a garagem e revelou que é possível que os serviços do transporte público apresentem problemas nos próximos dias



O incêndio na garagem da empresa Transportes Coletivos Grande Londrina (TCGL) destruiu 52 ônibus do transporte coletivo da cidade, na região norte do Paraná, nesta segunda-feira (15). As chamas tiveram início por volta das 18h30 e cinco caminhões do Corpo de Bombeiros foram utilizados para controlar as chamas. Felizmente ninguém ficou ferido.

Ainda na noite desta segunda-feira, o prefeito Marcelo Belinati esteve na garagem da empresa, que possui 65% das linhas do transporte coletivo de Londrina. O político lamentou o cenário com os veículos destruídos e se solidarizou com todos os funcionários e representantes da TCGL.

“O prejuízo é enorme para  empresa, usuários e para a cidade. Ônibus de empresas de transporte em todo Brasil não tem seguro porque o custo inviabilizaria o serviço […] Aos proprietários e funcionários da Grande Londrina, nossa solidariedade por tão triste ocorrência, desejando que com a benção de Deus sejam felizes no restabelecimento da normalidade da empresa”,
escreveu Belinati.


Em nota, a empresa ressaltou que fará o possível para que o prejuízo não afete o serviço para a população. Entretanto, diante da destruição da grande quantidade de veículos, o prefeito já adiantou para a possibilidade de problemas nas linhas.

“Peço a compreensão dos usuários, pois é possível que os serviços da TCGL apresentem problemas nos próximos dias, em consequência da perda total de tantos veículos”,
publicou Belinati.

Incêndio em garagem de ônibus
A garagem de ônibus fica no bairro Vila Nova e o fogo começou pouco depois das 18h. Vários funcionários entraram correndo na garagem, na tentativa de salvar alguns veículos. O início das chamas aconteceu em um veículo, que logo explodiu e alastrou o fogo para outros ônibus que estavam estacionados.

Funcionários que estavam de folga se deslocaram para o local na tentativa de retirar os ônibus que ainda não tinham sido atingidos. Apesar do grande esforço, 52 ônibus foram queimados.

Cada ônibus custa aproximadamente R$ 130 mil, entretanto não é possível calcular o valor pois nem todos os veículos estavam nas mesmas condições. Os ônibus seriam parte de uma frota reserva da empresa e não operavam nas linhas do transporte público.


Cada ônibus custa aproximadamente R$ 130 mil, entretanto não é possível calcular o valor pois nem todos os veículos estavam nas mesmas condições. Os ônibus seriam parte de uma frota reserva da empresa e não operavam nas linhas do transporte público.

Por Guilherme Becker com informações da RIC Record TV

Nenhum comentário