Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Armazém dos móveis

Banner-armaz-m-dos-m-veis

Rodoviários serão vacinados contra a covid-19 após os professores, diz Ibaneis

Segundo o governador, no momento, a prioridade será imunizar a comunidade escolar para retomar o ano letivo; já os rodoviários serão após ag...

Segundo o governador, no momento, a prioridade será imunizar a comunidade escolar para retomar o ano letivo; já os rodoviários serão após agosto, quando deve retomar as aulas 


O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), disse, nesta segunda-feira (11/5), em entrevista à imprensa local, que a vacinação contra a covid-19 dos rodoviários será feita logo após a imunização dos professores. Segundo o governador, os professores devem ser imunizados entre junho e julho, e as aulas estão previstas para serem retomadas em agosto. Assim, na sequência, entrarão os rodoviários.

“A esperança é que venham mais vacinas para que a imunização seja mais rápida para todos, mas precisamos pensar nos rodoviários e todos os profissionais que têm mais contato com outras pessoas”, disse o governador.

O retorno das aulas, segundo o governador, será um dos passos mais importantes neste momento de retomada das atividades sociais. Para Ibaneis, todo o tempo de aula perdido durante a pandemia já tem e terá efeito na vida dos alunos, principalmente, os alunos das escolas públicas, que está há mais de um ano sem aula presencial.

“A imunização dos professores será capaz de trazer mais normalidade à vida de todos nós, até porque vivemos um problema de saúde social com os alunos em casa”, afirmou.

Ontem também a Secretaria de Educação do DF (SEE-DF) anunciou que o retorno se dará de forma gradual, começando pela pré-escola, em ordem crescente, até o ensino médio. A pasta também lembra que execução do plano, porém, depende da oferta de vacinas pelo Ministério da Saúde.

“Há uma natural ansiedade pela vacinação dos professores. A imunização deles será capaz de trazer mais normalidade à vida de todos nós, até porque vivemos um problema de saúde social com os alunos em casa. Ainda não sabemos qual será o impacto desta paralisação (por causa da pandemia) na vida deles (os alunos), mas certamente será marcante”, observou Ibaneis.

O governador pediu ainda que a população continue mantendo as medidas de prevenção, como o uso de álcool em gel, uso de máscara e respeito ao distanciamento social e não aglomeração, para que os índices de transmissão do novo coronavírus – que atualmente está abaixo de 1 – não volte a subir. “Está na hora de flexibilizar outras atividades econômicas, a sociedade pede por isso. Se todos observarem as regras de segurança e asseio é possível manter a doença sob controle até que a vacinação chegue a todos.”

Por redação Estrutural on-line

Nenhum comentário