Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Crimes seguem em queda no Distrito Federal

Taxa de homicídios, latrocínios e lesões corporais reduziram com trabalho integrado das forças de Segurança Pública


Foto: SSP/DF

A taxa de crimes no Distrito Federal continua em queda. É o que aponta balanço divulgado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), ao mostrar que a redução dos crimes violentos letais intencionais (CVLIs) e dos homicídios se mantém desde o início do ano, no comparativo com 2021, quando o Distrito Federal atingiu o menor índice de homicídios dos últimos 45 anos.

Nos primeiros cinco meses de 2022, foram 121 vítimas de CVLIs – que englobam homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte –, o menor em 23 anos. Em comparação a 2021, a redução desses crimes foi de 18,8%, passando de 149 para 121, ou seja, 28 vidas foram preservadas no período. No caso dos homicídios, foram 111 casos, a menor marca desde 2000, o que significa uma redução de 20,1% nos homicídios, de 139 para 111 vítimas.

Em maio deste ano, foram registrados 29 CVLIs e 27 homicídios no DF – a mesma quantidade de maio passado. Também foram computados oito casos de latrocínio, um a menos que no mesmo período do ano passado. Outras redução foram as de tentativas de homicídio, de 250 para 219 (-12,4%); de latrocínio, passando de 88 para 41 (-53,4%), e de feminicídio, de 30 para 26 casos (- 13,3%). Em relação aos feminicídios, houve redução de 50%, com seis casos registrados em 2022 contra 12 de 2021. É o menor número desde 2017, com cinco registros. 

“Seguimos trabalhando no enfrentamento à criminalidade e na integração entre as forças de segurança, fazendo uso de tecnologia e da  inteligência para a prevenção dessas práticas. Também estamos dando uma atenção especial no combate à violência e crimes contra as mulheres. Confiamos plenamente nos profissionais da Segurança Pública do Distrito Federal, os mais capacitados e menos letais do país”, disse Ibaneis Rocha. 

Destaque no país 

O DF foi destaque no cenário nacional na redução dos CVLIs em 2021. Segundo o Monitor da Violência, fruto de parceria entre o site G1, o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) e a Universidade de São Paulo (USP), o DF registrou queda de 20,5% nos CVLIs ano passado, com 325 casos. Em 2020, foram 409 crimes. Foi a terceira maior redução no país, atrás apenas do Acre e de Sergipe, com 38% e 26,1%, respectivamente.

Ainda segundo o Monitor da Violência, as polícias Militar e Civil do DF foram as menos letais do país.

Nenhum comentário

Agradecemos pelo comentário.