Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Crime na Octogonal: sobrinho matou tio a facadas na frente da avó e de PMs

Crime ocorreu enquanto PMs atendiam a chamado no apartamento da família, pois o assassino estaria ameaçando a avó antes de matar o tio


Hugo Barreto/Metrópoles

Assassinado a facadas na Área Octogonal Sul (AOS) 4, na manhã desta quinta-feira (15/9), Marcos Aurélio Rodrigues, 56 anos, foi morto na frente de policiais militares e da própria mãe. Preso pelo crime, Wilker Maia Santos, 26, sobrinho da vítima, estava no apartamento da avó e a teria ameaçado, momento em que o tio decidiu pedir socorro à Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF).

O Metrópoles apurou que os PMs subiram ao apartamento da família, mas não conseguiram impedir a ação do agressor. Quando Wilker abriu a porta, ele e Marcos Aurélio começaram a brigar. Armado com uma faca, o sobrinho atacou o tio e o matou.

O suspeito foi levado para a 5ª Delegacia de Polícia (Área Central), e a arma usada no assassinato, apreendida. Equipes da corporação estão no endereço para periciar a cena do crime.

Desentendimento

O tio e o sobrinho teriam discutido e, em depoimento preliminar, Wilker afirmou que foi ameaçado por Marcos Aurélio, que estaria com uma barra de ferro em mãos. O objeto, no entanto, não foi encontrado pela equipe da PM.

A coluna Na Mira apurou que o agressor vivia em situação de rua e que costumava visitar o apartamento da avó para tomar banho. Nesta quinta-feira (15/9), Wilker e o tio teriam se desentendido, o que levou ao assassinato. O suspeito teria comentado que costumava andar com uma faca; por isso, chegou armado à casa da vítima.

O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) foi acionado para o endereço, mas, como encontraram a vítima sem vida, deixaram a cena aos cuidados da perícia. A corporação informou apenas que Marcos Aurélio apresentava “vários ferimentos na região do tórax”.

Em nota, a PMDF confirmou que estava no local na hora do crime. A corporação informou que Marcos Aurélio acionou os policiais porque era ameaçado pelo sobrinho. O tio e os militares subiram ao apartamento e conversaram com Wilker.

“No momento em que o rapaz de 26 anos abriu a porta, o tio partiu para as vias de fato. Porém, o sobrinho estava na posse de uma faca e conseguiu desferir alguns golpes com a arma branca. O autor foi contido pelos policiais militares e preso. O CBMDF foi acionado rapidamente, porém, o senhor de 56 anos veio a óbito no local. A perícia foi acionada, e o autor, conduzido à delegacia”, detalhou a PMDF.

Por Mirelle Pinheiro, Carlos Carone, Francisco Dutra e Jéssica Eufrásio - Metrópoles

Nenhum comentário

Agradecemos pelo comentário.