Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Ferrari é flagrada a 214 km/h em rodovia no interior de SP

Veículo foi flagrado na rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto, em Jundiaí



Uma Ferrari foi flagrada a 214 km/h pelo radar da Polícia Militar Rodoviária, na manhã deste domingo (15), na rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto (SP-300), em Jundiaí, interior de São Paulo. O registro foi feito por um radar móvel, operado por um policial rodoviário. O condutor, que não chegou a ser abordado pelo agente de segurança, terá de pagar multa de R$ 880,41.

Um pouco antes da Ferrari, o radar havia registrado a passagem de uma McLaren a 185 km/h. Também foram autuados um Mustang, a 205 km/h, e uma BMW, a 186 km/h. No local, a velocidade máxima permitida é de 100 km/h, mas há trechos em que a estrada corta áreas urbanas e a máxima é de 80 km/h. O motorista da Ferrari terá a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa.

Conforme o comando do 4° Batalhão de Policiamento Rodoviário, que realizou a operação, foram multados 256 veículos, entre eles esportivos de grande potência, como Porsche e Camaro. Alguns automóveis foram parados vários quilômetros adiante e os motoristas, além de multados, foram advertidos por estarem colocando em risco a própria vida e de outras pessoas.

De acordo com a concessionária AB Colinas, que administra a rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto, a estrada é dotada de radares, o que não impede que a Polícia Rodoviária realize operações, pois tem a competência para fiscalizar e autuar as infrações de trânsito.

A Polícia Militar Rodoviária de São Paulo informou que a Operação Speed, realizada no domingo, tem como objetivo encerrar a prática de rachas e potencializar a percepção de segurança aos usuários da rodovia. A ação contou com o apoio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Já o DER disse que trabalha para a diminuição das infrações de trânsito e a fiscalização é feita por radar controlador (fixo) 24 horas e pela Polícia Rodoviária, por meio de radares portáteis.

– O DER vai enviar equipes ao local para verificar a necessidade de reforço na sinalização e estudar a possibilidade de novos radares – informou o órgão, em nota.

AE

Nenhum comentário

Agradecemos pelo comentário.