Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Ibaneis se solidariza com repórter atacado

“Desde que sou da notícia estarrecedora, estou acompanhando a situação do repórter Gabriel Luiz”, escreveu em suas redes sociais O governado...

“Desde que sou da notícia estarrecedora, estou acompanhando a situação do repórter Gabriel Luiz”, escreveu em suas redes sociais



O governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha (MDB) expressou, na noite desta sexta-feira (15), solidariedade com o repórter atacado ontem, Gabriel Luiz de Araújo.

“Desde que sou da notícia estarrecedora, estou acompanhando a situação do repórter Gabriel Luiz”, escreveu em suas redes sociais.


Além da solidariedade, Ibaneis agradeceu pelo empenho do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) e dos servidores do Hospital de Base. “À família de Gabriel Luiz, empenho toda minha solidariedade neste momento”, finalizou.

O jornalista foi esfaqueado na noite de ontem por dois criminosos no Sudoeste, onde mora. Inicialmente, ele foi encaminhado para o Hospital de Base do DF (HBDF), onde passou por cirurgias durante a madrugada e a manhã de hoje.

O ataque

Gabriel voltava para casa a pé, quando foi surpreendido por dois homens que o esfaquearam cerca de dez vezes. Segundo o Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF), o repórter foi encontrado sentada debaixo de uma marquise, tentando conter o sangramento das perfurações no abdômen, pescoço, perna esquerda e pulsos.

Devido à proximidade do Grupamento de Bombeiros do Sudoeste e o local do atendimento, o resgate e o atendimento foram muito rápidos, o que reduziu consideravelmente a perda de sangue de Gabriel.

Próximo ao local, a arma usada no ataque, a carteira e o celular do jornalista foram encontrados.

Em nota, a TV Globo diz lamentar profundamente o ocorrido e que aguarda investigação da polícia. “A Globo lamenta profundamente o o ocorrido. Está aguardando as investigações da polícia e prestando toda ajuda ao nosso repórter e aos familiares. A Globo repudia veemente todas as formas de violência e espera que o caso seja esclarecido o mais rapidamente possível.”

Durante a tarde e início da tarde, os dois suspeitos de atacarem Gabriel foram presos. Um deles tem 17 anos e o outro 19. Ambos confessaram o crime.

No início desta tarde, Gabriel foi transferido para o Hospital Brasília, no Lago Sul, onde permanecerá até o fim do tratamento. Ele segue na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Por Redação Jornal de Brasília

Nenhum comentário