Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Vídeo. Homem é arrastado com corda no pescoço durante cavalgada em GO

Fazenda estava alugada para empresa de eventos, que excluiu redes sociais após a divulgação das imagens Um homem teve o pescoço amarrado por...

Fazenda estava alugada para empresa de eventos, que excluiu redes sociais após a divulgação das imagens



Um homem teve o pescoço amarrado por uma corda e foi arrastado pelo chão durante a 2ª Edição da Cavalgada das Comitivas, que aconteceu na cidade de Alto Paraíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal (DF). Imagens registraram a cena assustadora e a Polícia Civil de Goiás investiga o caso.

O fato aconteceu no último sábado (18/12) na fazendo do prefeito da cidade, Adilson Rinco (DEM). O local estava alugado para a empresa HC Festas e Eventos.

Veja o vídeo:


Por meio de um vídeo, o dono da fazendo afirmou que é comum a locação do espaço para eventos deste tipo. “Os cuidados foram tomados. Infelizmente aconteceram essas cenas bárbaras, mas quero deixar bem claro que não tem nada a ver com nossa empresa, com nossa fazenda”, afirmou Rinco.

Segundo ele, durante o evento havia segurança privada e ambulâncias disponíveis.

Investigação

A Polícia Civil de Goiás (PCGO) abriu inquérito para apurar o caso, que está sob responsabilidade da delegada Bárbara Buttini. A vítima, que trabalha como vendedor na cidade, procurou a corporação, mas pediu sigilo no processo, já que se disse constrangido com a divulgação das imagens.

O suspeito de praticar o crime já foi identificado e deve ser indiciado por lesão corporal grave por risco de vida. Suspeito e vítima já se conheciam e, em outro momento da festa, o suspeito também teria sido visto alterado e segurando uma motosserra.

Quanto à empresa, a corporação afirma que inicialmente apura a responsabilidade civil em relação à prática de crime no evento e não jurídica.

Redes sociais

A empresa responsável pela cavalgada, a HC Festas e Eventos divulgou uma nota e disse que o caso aconteceu após o encerramento no evento. “O SAMU e a Polícia Militar foram acionados também por nós, prestando apoio à vítima. Os responsáveis pela organização não têm vínculo com o ocorrido. Lamentamos e faremos o possível para que seja esclarecido”, afirmou a empresa.

Após a divulgação das imagens do evento, a HC Festas e Eventos excluiu sua conta do Instagram.

Por Laura Braga - Metrópoles

Nenhum comentário