Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

CRISE NA SEGURANÇA PÚBLICA: Quatro cidades do estado do Ceará estão entre as mais violentas do Brasil

De acordo com o levantamento, alguns fatores explicam a elevação dos índices de homicídios no Estado, entre eles o  motim da Polícia Militar...

De acordo com o levantamento, alguns fatores explicam a elevação dos índices de homicídios no Estado, entre eles o  motim da Polícia Militar, em fevereiro de 2020

 

Um dos destinos mais procurados por turistas brasileiros e estrangeiros e repleto de belezas naturais, o Ceará tem se destacado por uma estatística preocupante para quem mora e visita esse paraíso do Nordeste.
 
Dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública revelam que o Ceará teve, em 2020, a maior taxa proporcional de Mortes Violentas Intencionais (MVIs) do Brasil: 45,2 por 100 mil habitantes. Na segunda posição do ranking, vem a Bahia, com 44,9, seguido de Sergipe (42,6) e Amapá (41,7).
 
Em termos nacionais, a média ficou em 23,6 assassinatos para cada 100 mil habitantes.  As MVIs consideram homicídios dolosos, latrocínios, lesões corporais seguidas de mortes e mortes decorrentes de intervenção policial.
 
O número de MVIs no Ceará subiu 75,1% de 2019 para 2020, saindo de 2.359 para 4.155 casos. Nenhum outro estado da federação  teve um crescimento tão expressivo e preocupante, sendo o segundo maior crescimento o registrado no Maranhão, onde os assassinatos aumentaram 30,2%.
 
De acordo com o levantamento, alguns fatores explicam a elevação dos índices de homicídios no Estado, entre eles o  motim da Polícia Militar, em fevereiro de 2020. A paralisação ocorrida entre 19 de fevereiro e 1º de março "desarranjou a cena local da criminalidade e as políticas públicas que estavam em curso e que faziam do estado um dos principais responsáveis pela redução da taxa nacional em 2018 e 2019".
 
Ainda de acordo com o Anuário, o motim contribuiu para o crescimento  da facção Comando Vermelho (CV) sobre territórios da Guardiões do Estado (GDE) e "a violência, que estava contida, voltou".
 
Um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), revela que quatro cidades do Ceará estão entre as 10 mais violentas do país, com Caucaia no segundo lugar do ranking, em relação à média anual de homicídios dolosos e na taxa dessa média por 100 mil habitantes entre 2018 e 2020. Maracanaú (3º), Maranguape (7º) e Juazeiro do Norte (8º) também compõem a lista.
 
Levando em consideração apenas a taxa média de homicídios dolosos no período do estudo, seis cidades cearenses estão entre as 15 mais violentas. São elas Pacajus (3ª colocação), Aquiraz (4ª), Caucaia (5ª), Maranguape (10ª), Maracanaú (11ª) e Juazeiro do Norte (14ª).

Da redação Estrutural On-line

Nenhum comentário