Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Ações de policiamento para uma Estrutural mais segura

Projeto lançado pela Secretaria de Segurança Pública em junho segue com medidas para redução de índices na região Dentro das ações de enfren...

Projeto lançado pela Secretaria de Segurança Pública em junho segue com medidas para redução de índices na região


Dentro das ações de enfrentamento qualificado à criminalidade previstas para a Área de Segurança Prioritária (ASP) – lançada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP/DF) na Estrutural -, foram realizadas as operações integradas neste fim de semana: a Quinto Mandamento e a Fênix. Esta última foi coordenada pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seape), com foco na fiscalização de sentenciados beneficiados pela saída temporária. A Quinto Mandamento, que tem como objetivo reduzir os crimes contra a vida, ocorre todo fim de semana na região desde o lançamento do projeto ASP, em 22 de junho.

“Nossas ações perpassam pela redução da criminalidade, mas também oferecem serviços à população”
Delegado Júlio Danilo, secretário de Segurança Pública

“Continuamos atuando de forma integrada e ininterrupta na Estrutural. São ações qualificadas e preparadas para a região e que, juntamente com as demais ações de prevenção à criminalidade e promoção da cidadania, tem o objetivo de proporcionar mais qualidade de vida aos moradores. Ou seja, nossas ações perpassam pela redução da criminalidade, mas também oferecem serviços à população. A ASP é a presença mais atuante do Estado nas regiões”, avalia o secretário de Segurança Pública, delegado Júlio Danilo.

Operação Fênix

Após tratativas e reuniões no Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob), foram definidas as ações junto à Seape. Desta forma, a secretaria coordenou, com apoio das forças de segurança, a Operação Fênix. Ao todo, 89 policiais penais participaram da ação, com uso de 45 viaturas. A ação resultou na abordagem de 89 sentenciados, sendo 54 em benefício do saidão e outros 35 em prisão domiciliar. Oito deles foram notificados e seis recolhidos à carceragem.

“Nosso objetivo, durante a operação Fênix, é assegurar que os custodiados beneficiados pela quinta saída temporária deste ano desfrutem do benefício sem qualquer tipo de envolvimento com a criminalidade”
Geraldo Nugoli, secretário de Administração Penitenciária

Os policiais penais realizaram, ainda, 42 abordagens pessoais e fiscalizaram 16 estabelecimentos comerciais.

“A ação mostra o comprometimento e a importância do engajamento de todos os órgãos do sistema de segurança para equalizar a queda dos crimes em todas as regiões, de forma equilibrada. Esse é o objetivo da ASP, que integra o programa DF Mais Seguro, para que possamos alcançar resultados de forma sistemática”, ressalta Danilo.

O secretário de Administração Penitenciária, Geraldo Nugoli, destaca a importância da participação da Seape nas ações da ASP. “Para a Seape e para os policiais penais do DF, é uma grande honra poder integrar operações conjuntas e que garantem mais segurança. Nosso objetivo, durante a operação Fênix, é assegurar que os custodiados beneficiados pela quinta saída temporária deste ano desfrutem do benefício sem qualquer tipo de envolvimento com a criminalidade. Dessa forma, contribuímos para a prevenção de crimes durante o saidão, bem como reforçamos as ações já realizadas pelas demais forças de segurança e coordenadas pela SSP/DF.”

Em todo o DF, cerca de 2,2 mil foram beneficiados com a saída temporária, regulamentada por meio da Portaria nº 06 de 2020 da Vara de Execução Penal (VEP).

De acordo com o gerente de fiscalização da Seape, o policial penal Daniel Eufrásio, o resultado da operação foi bastante positivo. “Tínhamos em torno de 70 presos beneficiados pela saída temporária na região da Estrutural neste final de semana. Todos foram devidamente fiscalizados e quem descumpriu os requisitos estipulados pela VEP foi recolhido ao sistema prisional. A ação integrada aumentou a sensação de segurança no local”, completa.

Quinto Mandamento

Na sequência das ações executadas durante o programa Área de Segurança Prioritária (ASP), na Estrutural, a Operação Quinto Mandamento contabilizou entre sexta-feira (13) e domingo (15) o total de 500 abordagens pessoais e 300 a veículos. As equipes estiveram, ainda, em 20 estabelecimentos comerciais.

“O objetivo é que, com essas ações pontuais, possamos coibir os crimes contra a vida, como homicídios e latrocínios, e contribuir para maior sensação de segurança da população com a presença policial”
Delegado Milton Neves, secretário executivo de Segurança Pública

Sob coordenação da Secretaria de Segurança Pública, a operação reúne integrantes das polícias Militar e Civil, Departamento de Trânsito (Detran), Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF), Secretaria DF Legal e Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

“A Quinto Mandamento é uma de nossas principais ações para preservação da vida e está prevista para ocorrer semanalmente na Estrutural até o final da ASP, em diferentes dias. O objetivo é que, com essas ações pontuais, possamos coibir os crimes contra a vida, como homicídios e latrocínios, e contribuir para maior sensação de segurança da população com a presença policial”, explica o secretário executivo de Segurança Pública, delegado Milton Neves.

Os dias e horários das ações são determinados por levantamentos das subsecretarias de Inteligência (SI) e de Gestão da Informação (SGI), da SSP. A coordenação fica a cargo da Subsecretaria de Operações Integradas (SOPI). “Realizamos reuniões sistemáticas para avaliação de resultados e direcionamento de nossas ações dentro da ASP. Os resultados alcançados falam por si e mostram o comprometimento dos envolvidos”, ressalta o assessor da SOPI e ponto focal da ASP, tenente Adriano Rosa Eduardo.

Duas pessoas foram presas em situações de flagrante. Onze veículos foram removidos ao depósito. Agentes do Detran montaram barreiras na cidade e consultaram a situação de veículos, 11 dos quais foram removidos ao depósito. Também foram aplicadas 25 notificações por situações diversas. Bombeiros militares orientaram estabelecimentos comerciais sobre a importância de manter em dia a documentação e de cumprir exigências, como possuir saídas de emergência.

“Continuamos com o policiamento ordinário e atuando com foco nas ações da ASP. Neste fim de semana, atuamos, ainda, em operações realizadas em parceria com outras forças de segurança, com apoio de nossas tropas especializadas, como Grupo Tático Operacional (GTOP), Rotam, Grupamento de Motociclistas da Rotam e BPCães, junto de nossas viaturas de radiopatrulhamento. Isso resultou na apreensão de cinco armas de fogo na região da Estrutural, o que mostra a efetividade dessas ações”, explica o comandante do 15º Batalhão, major Alessandro Arantes.

Com informações da Secretaria de Segurança Pública do DF

Nenhum comentário