Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Armazém dos móveis

Banner-armaz-m-dos-m-veis

Ex-policial grava vídeo fazendo gestos obscenos em frente à sede Polícia Militar do Distrito Federal ; veja o vídeo

O Departamento de Controle e Correição da Polícia Militar está investigando a veracidade e a autoria do vídeo O que deveria ser um momento d...

O Departamento de Controle e Correição da Polícia Militar está investigando a veracidade e a autoria do vídeo


O que deveria ser um momento de alegria e descontração se transformou em uma cena de total falta de respeito,  depois que um suposto policial militar do Distrito Federal publicou um vídeo em sua rede social, nesta quinta-feira (15), para celebrar seu último dia na corporação.

A decisão de deixar o batalhão da PMDF foi motivada pela oportunidade de preencher uma vaga em uma unidade de polícia do Canadá. Nas imagens que estão viralizando na internet, é possível ver o suposto policial militar, sem máscara, onde ele dança com o uniforme da instituição e joga o boné para o alto. No decorrer das imagens ele deixa o prédio do Comando-Geral, faz um gesto de  tchau em direção a instituição e no fim faz um gesto obsceno com o dedo do meio.

O ex-militar aproveita seu momento de fama, para jogar novamente o boné para o alto e fazer uma enquete com os internautas. No vídeo aparece uma frase em inglês que diz "Pareço feliz?" e seus seguidores são motivados a responderem a pergunta com "sim" ou "não".

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) emitiu uma nota sobre a atitude desrespeitosa do ex-militar que faz gestos obscenos com as mãos, na direção do Quartel do Comando-Geral da instituição, no Setor Policial Sul.

No comunicado à imprensa, a PMDF destaca que todos os integrantes da corporação repudiam "veementemente atos como os do vídeo amplamente veiculado nas mídias sociais". "O suposto autor do vídeo demonstra não possuir as características pessoais necessárias para fazer parte de uma instituição cuja missão precípua é servir a sociedade do Distrito Federal", afirma o texto.

A nota ainda fala sobre a maneira como o militar deixa a corporação, "mesmo que de forma desonrosa e vexatória, deve ser avaliada de forma positiva pelo cidadão, por não ter mais uma pessoa com tal desvio de personalidade trabalhando em prol da segurança pública". O texto acrescenta que manifestações como essa, atentam contra os valores da instituição e "refletem um comportamento egoísta, que visa tão somente à satisfação de interesses pessoais".

A situação pode se agravar para o suposto policial militar, pois o Departamento de Controle e Correição da Polícia Militar está investigando a veracidade e a autoria do vídeo, para tomar as devidas providências. O ex-militar bloqueou a conta pessoal no Instagram e criou outra.

Confira o vídeo e tire suas conclusões:


Da redação Estrutural On-line

Nenhum comentário