Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Armazém dos móveis

Banner-armaz-m-dos-m-veis

Vídeo: veja como é a busca policial por Lázaro na mata, em Goiás

Em diversos pontos no cerrado, foram encontradas velas de sete dias, com algumas oferendas e até pedaços de papel com o nome de Lázaro O cer...

Em diversos pontos no cerrado, foram encontradas velas de sete dias, com algumas oferendas e até pedaços de papel com o nome de Lázaro


O cerco policial montado pelas forças de segurança para tentar localizar o maníaco Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, chega ao décimo dia nesta sexta-feira (18/6). O efetivo se concentra no município de Girassol, em Goiás, local onde o criminoso trocou tiros com a polícia e voltou a se esconder na mata.

A Polícia Civil de Goiás divulgou vídeos que mostram a caçada ao assassino em série pela região. Conforme o Metrópoles revelou, durante as diligências, os agentes encontraram pelo caminho vários rituais supostamente deixados pelo psicopata.

Em diversos pontos dentro da mata, foram encontradas velas de sete dias, com algumas oferendas e até pedaços de papel com o nome completo do criminoso. As autoridades suspeitam que o próprio suspeito tenha deixado as velas acesas para pedir proteção espiritual.

Os grupos policiais que fazem incursões na região encontraram uma vela de sete dias nas proximidades de um milharal. Em um dos locais de mata fechada, militares goianos também localizaram uma rã desossada, deixada ao lado de um facão. Parte do animal havia sido comido.

Veja imagens da vela deixada com o nome de Lázaro Barbosa:

Troca de tiros

A força-tarefa trocou tiros com o maníaco na tarde dessa quinta-feira (17/6), após ele ser visto nas proximidades da casa do pai. Dezenas de policiais civis e militares, além de viaturas e três helicópteros, foram mobilizados na operação. Um pouco antes do confronto, cães farejadores encontraram um pano ensanguentado, o que reforça a tese de que o criminoso estaria ferido.

A força-tarefa concentrada em capturar Lázaro Barbosa, 32 anos, continua as buscas pelo décimo dia seguido.

Lázaro é suspeito de ter cometido vários crimes no Distrito Federal, incluindo a chacina de uma família, e em outros estados. As polícias do DF e de Goiás montaram uma força-tarefa para encontrá-lo.

Segundo fontes policiais ouvidas pela reportagem no local da força tarefa, em Girassol, um proprietário de chácara relatou ter ouvido disparos durante a noite.

“A informação não foi confirmada. Estamos recebendo muitas informações e tentando filtrar a maioria delas. Provavelmente, se tratou de outro barulho. A população está muito assustada”, disse o policial.

A polícia seguiu, por cerca de seis horas, o córrego próximo à localização onde Lázaro foi visto pela última vez. Os cães permanecem no local, assim como o cerco em torno da mata.

Mirelle Pinheiro - Luísa Guimarães - Metrópoles

Nenhum comentário