Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Armazém dos móveis

Banner-armaz-m-dos-m-veis

Homem foi preso pela PCDF na área central de Brasília vendendo drogas de alto valor comercial a empresários e funcionários públicos

O jovem de 24 anos foi preso por policiais da 5ª DP pela prática do crime de tráfico de drogas e dano ao bem público Os policiais deram iníc...

O jovem de 24 anos foi preso por policiais da 5ª DP pela prática do crime de tráfico de drogas e dano ao bem público


Os policiais deram início as investigações há cerca de 30 dias, quando começaram a monitorar o suspeito.

Durante as apurações foi constatado que ele seria um dos responsáveis por fornecer drogas gourmet (skunk, haxixe, maconha premium e outras drogas de alto valor comercial) para profissionais do sexo e usuários de alto poder aquisitivo. A maior parte das negociações ocorriam nos hotéis localizados na região central de Brasília.

Segundo o que foi apurado o autor se utilizava a internet para oferecer seus entorpecentes a um grupo específico que poderia pagar os valores mais elevados de drogas Premium. Para proporcionar maior comodidade aos clientes o autor fornecia o serviço de entrega, que eram feitas em seu veículo AUDI A3.

Nesta quinta-feira (10), foi verificado que o autor se hospedou em um hotel de luxo da região central e passou a ser monitorado.

No momento que ele estava passando drogas a uma garota de programa dentro do seu veículo, os policiais resolveram abordá-lo. Quando percebeu que seria flagrado pela polícia, tentou fugir e jogou seu automóvel contra a viatura o que ocasionou uma colisão, danificando a veículo da polícia civil e outro veiculo que estava parado na via publica.

Durante a revista pessoal e no interior do veículo, foram encontrados diversas porções de maconha do tipo Skunk, algumas já separadas e prontas para comercialização em embalagens de plástico tipo zip lock, uma balança de precisão e diversos sacos plásticos do tipo zip lock.

O investigado já possui diversas passagens por tráfico e associação para o tráfico e foi autuado mais uma vez pelo mesmo crime.

Da redação Estrutural on-line

Nenhum comentário