Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Armazém dos móveis

Banner-armaz-m-dos-m-veis

GDF inaugura unidade hospitalar acoplada ao Hospital Regional de Samambaia

O espaço é voltado a pacientes que estão em tratamento da covid-19; são 102 leitos, sendo 98 de enfermaria e quatro de isolamento O hospit...

O espaço é voltado a pacientes que estão em tratamento da covid-19; são 102 leitos, sendo 98 de enfermaria e quatro de isolamento


O hospital acoplado ao Hospital Regional de Samambaia foi inaugurado, nesta manhã de sexta-feira (28/5), pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB). A unidade tem 102 leitos para covid, sendo 98 de enfermaria e quatro de isolamento. O hospital entra em funcionamento na próxima segunda-feira (31/5).

Diferente dos outros hospitais para pacientes com covid-19, a unidade de Samambaia ficará à disposição da sociedade mesmo depois da pandemia. O hospital foi construído por meio de parceria entre o governo local e a iniciativa privada, com apoio exclusivo do Banco de Brasília (BRB).

“Estou muito feliz hoje. Samambaia merece o nosso carinho. Foi uma cidade construída pelas mãos do ex-governador Joaquim Domingos Roriz, que tem o cheiro do Roriz, que tem o cheiro do povo do Roriz. E é esse povo que nós queremos atender, cada dia que passa, da melhor maneira possível”, disse Ibaneis, durante a cerimônia de inauguração.

A unidade inaugurada faz parte de um esforço do governo para conseguir construir infraestrutura hospitalar para receber pacientes com covid-19. A meta do governo deve ultrapassar 400 leitos, já que mais três hospitais de campanha – em Ceilândia, Gama e Plano Piloto – foram construídos (falta inaugura o do Plano) com 100 leitos cada.

O governo pretende construir mais dois hospitais acoplados, nos mesmos moldes do construído em Samambaia. Segundo anunciou o próprio Ibaneis, as unidades deverão ser erguidas em Planaltina e Paranoá. “Nós vamos conseguir, sim, os recursos, para construir mais dois hospitais acoplados para atender também a população da região Norte e a população do Paranoá que necessita muito”, garantiu o governador.

Por redação Estrutural on-line

Nenhum comentário