Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Armazém dos móveis

Banner-armaz-m-dos-m-veis

GDF deve reabrir Fábrica Social para capacitar 1,2 mil pessoas já no segundo semestre

Serão oferecidos cursos de corte e costura, construção civil, marcenaria e jardinagem; a Fábrica, durante a pandemia, contribuiu na produção...

Serão oferecidos cursos de corte e costura, construção civil, marcenaria e jardinagem; a Fábrica, durante a pandemia, contribuiu na produção de mais de 67 mil máscaras cirúrgicas e de tecidos



O Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) traz na edição de hoje um chamamento público para retomar as atividades na Fábrica Social que terá como objetivo a meta de capacitar 1,2 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social com o intuito de inseri-los no mercado de trabalho. 

Ao todo, o governo vai investir R$ 2 milhões para a oferta das capacitações que serão oferecidas por entidades sem fins lucrativos que ministraram cursos de de corte e costura, construção civil, marcenaria e jardinagem. 

As entidades que desenvolvem ações de interesse público e queiram participar com a apresentação de proposta poderão fazê-lo entre 2 e 14 de junho, das 9h às 17h, através do e-mail comissaodeselecao@setrab.df.gov.br ou pessoalmente na Gerência de Protocolo Geral da Setrab, localizada no Setor de Edifícios Públicos (SEPN), Quadra 511, Bloco A, térreo.

“Há setores que ganharam destaque durante o contágio, como o da construção civil – que é um dos cursos que serão ofertados pelo projeto. Auxiliamos no cadastro, orientamos durante as aulas, acompanhamos o aluno e sua família e, ao final da capacitação, encaminhamos para o mercado de trabalho com apoio da Secretaria. Caso a pessoa queira abrir o próprio negócio, a pasta ajuda oferecendo uma de linha de crédito”, detalha o subsecretário de Ações Sociais, Carlos Egito. 

A Fábrica Social tem a meta de capacitar o aluno e depois introduzi-lo no mercado de trabalho. O espaço foi responsável, durante a pandemia, de fabricar mais de 67 mil máscaras cirúrgicas e de tecidos que foram doadas à população. 

Os cursos serão divididos em turnos matutino e vespertino recebendo auxílio para alimentação e transporte, assim como valor pago por produtividade.

Veja aqui a íntegra do chamamento público.

Por redação Estrutural on-line


Nenhum comentário