Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Armazém dos móveis

Banner-armaz-m-dos-m-veis

GDF deve iniciar vacinação contra a covid-19 em pessoas de 18 anos com comorbidades

Além deste público também entraram na lista a serem imunizados, pessoas com 59 anos sem doenças preexistentes; vacinação para quem tem 60 an...

Além deste público também entraram na lista a serem imunizados, pessoas com 59 anos sem doenças preexistentes; vacinação para quem tem 60 anos ou mais, no DF, está aberta há mais de um mês


O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), durante visita a duas escolas que estão em obras, em Ceilândia, nesta manhã de segunda-feira (31/5), disse que a Secretaria de Saúde irá estender a vacinação contra a covid-19 para pessoas com idade de 18 anos e que tenham comorbidades e também para pessoas com idade acima de 59 que tenha doenças preexistentes.

“Está terminando o estudo lá na secretaria e, hoje à tarde, a gente já deve soltar essa notícia. O público é muito grande. Em torno de 72 mil pessoas nessa faixa etária. E, se fizermos a imunização por agendamento, conseguimos controlar melhor”, disse Ibaneis.

Esses dois públicos entraram na lista do público-alvo depois que, na última sexta-feira (28/5), o Ministério da Saúde autorizou estados e municípios a vacinarem toda a população acima de 18 anos, por ordem decrescente de idade, que tenha comorbidade.

 A aplicação de imunizantes para grupos prioritários, entretanto, deve ser mantida, de acordo com a pasta federal.

“O pessoal da Secretaria de Saúde está reunido. A gente espera começar o agendamento pela faixa etária de 59 anos primeiro – mas por agendamento, para que a gente possa manter um controle de quem está sendo vacinado”, garantiu o governador.

A última remessa de vacinas chegou no DF na última quarta-feira (26/5). Foram entregues pelo Ministério da Saúde 78 mil doses de imunizante contra a Covid-19 da AstraZeneca.

No domingo (29/5), na região administrativa de Estrutural, onde esteve para inaugurar a nova sede da 8ª Delegacia de Polícia, Ibaneis ressaltou que pretende, o mais rápido possível, ampliar a vacinação para o público em geral.

“O que nós temos feito é seguir as orientações do Ministério da Saúde. E essas orientações indicaram alguns públicos prioritários. O que nós vamos fazer agora, com a diminuição da procura pelas vacinas, é abrir exatamente para aquelas escalas que vêm desde os 59 anos, até chegar aos 18”, afirmou.

Por redação Estrutural on-line

Nenhum comentário