Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Apenas 36% da população com idade entre 60 e 61 anos se vacinaram contra a covid-19 no DF

Os dados são da Codeplan e mostram também que há uma baixa procura pela vacinação contra a gripe; Secretaria de Saúde acredita que baixa pro...

Os dados são da Codeplan e mostram também que há uma baixa procura pela vacinação contra a gripe; Secretaria de Saúde acredita que baixa procura foi ocasionada pela preferência de algumas pessoas por imunizantes específicos


No dia 30 de abril passado, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF), iniciou a vacinação contra a covid-19 em pessoas com idade entre 60 e 61 anos. Ao todo, são esperados para ser vacinados, nesta faixa etária, 50,5 mil pessoas, porém, até o último dia 6 de maio, apenas 36% desse total, ou seja, 18 mil pessoas tinham sido imunizadas.

Os dados são da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) e servem para embasar as informações da SES-DF, que passa a ver a situação como preocupante, uma vez que a cobertura vacinal é fundamental para o controle da doença entre a população.

Um dos motivos, acredita a SES-DF, que estaria a motivar o baixo interesse desta faixa etária à vacinação seria o fato de que as pessoas estão procurando imunizantes específicos. A pasta lançou uma campanha publicitária para conscientizar a população sobre a importância de se vacinar e também para desmistificar a falsa informação de que alguns imunizantes protegeriam menos se comparados a outros. 
“O importante é lembrar que a efetividade das vacinas não pode, nem deve, ser comparada. Como os imunizantes foram desenvolvidos por técnicas diferentes e testados em condições distintas, os resultados dos ensaios clínicos de fase 3 já concluídos não são comparáveis”, explica infectologista Ana Helena Germoglio.

O DF já contabiliza 513.029 pessoas vacinadas.

Mas não é só na vacinação contra a covid-19 que a pasta tem constatado a baixa procura, isso também estaria ocorrendo com a imunização da gripe, que em um mês, só vacinou apenas 28,9% do público-alvo. De acordo com a SES-DF, das 391.783 pessoas que compõem o primeiro grupo prioritário da vacinação, apenas 113.574 haviam recebido o imunizante.

“A vacina de influenza em tempo de pandemia, além de reduzir a incidência de casos, facilita no diagnóstico preciso para coronavírus, já que os sintomas de ambas são bem parecidos”, lembra a infectologista.

Atualmente o público-alvo da vacinação contra gripe são crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores de saúde.

Por redação Estrutural on-line

Nenhum comentário