Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Servidores da Segurança Pública do DF começam a ser vacinados contra covid-19 hoje (5)

Os primeiros a serem vacinados serão os profissionais que trabalham em contato com pessoas; mais de dois mil servidores devem ser imunizados...

Os primeiros a serem vacinados serão os profissionais que trabalham em contato com pessoas; mais de dois mil servidores devem ser imunizados 

Os servidores que atuam na segurança pública do Distrito Federal começam a ser vacinados contra a covid-19 nesta segunda-feira (5/4). A informação foi dada neste domingo (4) pela Secretaria de Saúde local que irá destinar 2.310 doses para esses profissionais. Nesta primeira fase, serão imunizados primeiros aqueles que atuam na linha de frente no combate à doença. Nesse bloco estão os policiais civis, militares, bombeiros, federais e rodoviários, além de agentes do Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF), da Secretaria de Administração Penitenciária e do Sistema Socioeducativo. 

A imunização acontece hoje e segue somente até amanhã. Os postos de vacinação para essas categorias serão as unidades básicas de saúde (UBS) da região Centro-Sul: UBS 1 Núcleo Bandeirante, UBS 1 do Guará 1, UBS 1 da Estrutural, UBS 1 do Riacho Fundo 1, UBS 1 da Candangolândia e UBS 4 do Lúcio Costa. Os horários para atendimento são das 10h às 12h e das 13h às 17h – hoje e terça-feira (6) – das 8h às 12h e das 13h às 17h.

“Tudo depende do repasse das vacinas pelo Ministério da Saúde (MS) à SES. Mas à medida que as doses forem entregues, seguiremos os critérios estabelecidos e daremos continuidade à vacinação dentro da proporção que levará em consideração o efetivo de cada corporação”, explica o secretário de Segurança Pública do DF, Júlio Danilo.

Diferente do público-geral, os profissionais da segurança serão vacinados de acordo com uma escala montada pela Secretária de Saúde que estabeleceu a seguinte ordem: primeiro os trabalhadores envolvidos no atendimento e/ou transporte de pacientes; depois os trabalhadores envolvidos em resgates e atendimento pré-hospitalar; em seguida, os trabalhadores envolvidos diretamente nas ações de vacinação contra a covid-19; e, por último, os trabalhadores envolvidos nas ações de vigilância das medidas de distanciamento social. 

Por redação Estrutural on-line

Nenhum comentário