Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Ibaneis diz que vai ampliar programa Prato Cheio para 40 mil famílias

Por outro lado, o governador deve vetar PL que visa destinação de R$ 408 a famílias carentes durante a pandemia Em entrevista à imprensa loc...

Por outro lado, o governador deve vetar PL que visa destinação de R$ 408 a famílias carentes durante a pandemia


Em entrevista à imprensa local, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), disse que irá aumentar o número de pessoas beneficiadas pelo programa Prato Cheio. Coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), o programa deverá passar a atender, segundo o governador, a 40 mil pessoas.

O Prato Cheio atende atualmente cerca de 10 mil famílias que são indicadas pela Sedes. Cada pessoa recebe o valores entre R$160,00 e R$250,00, que podem ser gastos em compras nos estabelecimentos alimentícios. Através de um cartão de débito, as famílias conseguem comprar em padarias, supermercados, açougues, e outros.

Também à imprensa, Ibaneis antecipou que irá vetar o projeto de lei (PL) recém-aprovado na Câmara Legislativa do DF (CLDF), que permite ao governo dar uma ajudar de R$ 408, por mês, às famílias em situação de vulnerabilidade social – a medida valeria enquanto durar a pandemia.

Além do Prato Cheio a Sedes também oferece à população em situação de vulnerabilidade, o programa DF Sem Miséria, que, somente no mês de março repassou R$ 9,3 milhões a 69.539 famílias.

Hoje, no DF, de acordo com dados da Sedes, existem, em situação de vulnerabilidade social, cerca de 165.043 famílias, que também estão cadastradas no Cadastro Único. Desse total, segundo a pasta, 83.344 recebem o Bolsa Família, sendo que, 69.589 delas, também têm direito ao DF sem Miséria.

Para mais informações sobre o programa Prato Cheio clique aqui.

Por redação Estrutural on-line

Nenhum comentário