HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin
Banner-DFlash

Últimas notícias

latest
Banner-armaz-m-dos-m-veis

Presidente da CLDF, Rafael Prudente pede que militares, civis e bombeiros sejam vacinados contra covid-19

Imagem retirada do google O pedido foi feito na sessão desta quarta-feira, quando Rafael Prudente salientou que as categorias, assim como os...

Imagem retirada do google

O pedido foi feito na sessão desta quarta-feira, quando Rafael Prudente salientou que as categorias, assim como os médicos e enfermeiros, também estão expostos à doença
Na sessão da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), desta quarta-feira (17/3), o presidente da Casa, o deputado Rafael Prudente (MDB), fez uso da palavra para pedir às autoridades competentes para que os policiais militares e civis possam entrar no grupo daqueles que tem prioridade na vacinação contra acovid-19.

Conforme destacou o deputado, assim como os médicos e enfermeiros, que estão na linha de frente no combate à pandemia, os policiais e bombeiros também encontram-se na mesma situação.

“Faço um apelo aqui ao diretor-geral da polícia, à Secretaria de Saúde para que possa colocar como prioridade ‘zero’, os policiais militares, civis e os bombeiros”, disse o deputado.

Nesta primeira etapa, os grupos prioritários definidos pela Secretaria de Saúde local foram os mesmos que o Ministério da Saúde recomendou, ou seja, os profissionais de saúde da rede pública e privada que atuam na linha de frente, passando também pelos idosos que residem em asilos e a população indígena.

Num primeiro momento, os bombeiros e os professores foram colocados como prioritários, mas a ideia não se concretizou. Agora, o deputado tenta outra vez colocar as forças de segurança como público-alvo, já que, segundo ele, o contato desses profissionais como pessoas infectadas – como, por exemplo, na abordagem de pessoas em festas clandestinas ou até mesmo em bares – seria maior se comparado com os professores, que também solicitam a inclusão da categoria como grupo prioritário a receber a vacina.

“Estão se expondo muito todos os dias desde o início da pandemia eles estão nas ruas”, afirmou Prudente.

Fonte: DF Soberano

Nenhum comentário