HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin
GIF-300-MEGA

Últimas notícias

latest
Continua abaixo do anúncio
Butique-das-utilidades

Mais 135 vagas para bolsas de estudo na UDF

Gerido pela Egov-DF, Programa de Concessão de Bolsas de Estudos da Secretaria de Economia teve edital publicado no Diário Oficial desta quar...

Gerido pela Egov-DF, Programa de Concessão de Bolsas de Estudos da Secretaria de Economia teve edital publicado no Diário Oficial desta quarta (4)


As inscrições para o Programa de Concessão de Bolsas de Estudos da Secretaria de Economia do DF (Secec) começam no dia 16 de novembro e podem ser feitas até o dia 18, no caso dos interessados que não sejam servidores do GDF. Os candidatos contemplados terão direito a uma bolsa integral para cursar o Ensino Superior no Centro de Ensino Unificado do Distrito Federal (UDF) para o primeiro semestre de 2021. Já os servidores públicos podem se inscrever nos dias 19 e 20 de novembro.

A exemplo das edições anteriores, as bolsas são destinadas aos servidores públicos efetivos e aos empregados públicos do Distrito Federal, bem como à sociedade civil em geral. Ao todo serão oferecidas 135 bolsas – o que equivale a 10% do total de vagas ofertadas pela instituição.

"Muitos servidores e alunos da rede pública terão uma nova oportunidade. É uma iniciativa que refletirá em melhorias nos serviços públicos prestados à população”
André Clemente, secretário de Economia

Desse total de 135 vagas, 63 são para servidores e 72 para a sociedade civil. A divisão é feita por curso e período, de acordo com a Portaria nº 178, de 14 de maio de 2020, que estabelece as regras do programa. O edital com todos os detalhes foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta quarta-0feira (4). Outras informações sobre o processo de inscrição estão reunidos no site da Escola de Governo (Egov-DF), responsável pela organização do programa.

“Muitos servidores e alunos da rede pública terão uma nova oportunidade, a partir da concessão dessas bolsas de estudo. É uma iniciativa que refletirá em melhorias nos serviços públicos prestados à população, com a capacitação de agentes do Estado, e também garantirá um futuro mais próspero a todos os contemplados”, vislumbra o secretário de Economia, André Clemente.

Para os servidores públicos da Administração Direta ou Indireta do DFs são levados em conta requisitos relacionados a tempo de serviço, assiduidade, número de dependentes, remuneração e nível de escolaridade.

No caso de membros da sociedade civil é necessário ter cursado e concluído os três anos do Ensino Médio em escola da rede pública de ensino do DF, ter realizado a última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano de 2020 e ter obtido média mínima de 500 pontos no exame e nota mínima de 500 pontos na redação, além de ter comprovada hipossuficiência de renda familiar.

Formação acadêmica

A presidente da Comissão do Programa de Seleção das Bolsas de Estudo da Secretaria de Economia, Carolina Oliveira, destaca a importância do programa. “É um projeto que contribui para a capacitação dos servidores e dos empregados públicos, bem como de cidadãos que almejam a formação acadêmica de Ensino Superior. Como resultados, esperamos a melhoria na qualidade dos serviços públicos e, para a sociedade civil, mais chance de ingresso no mercado de trabalho, cada vez mais competitivo”, destaca Carolina.

“É mais uma frente que se abre para capacitação de servidores, o que significa mais desenvolvimento humano, mais valorização e mais qualidade de vida”, acrescenta a secretária-executiva de Valorização e Qualidade de Vida da Secretaria de Economia, Adriana Faria.

O programa, que existe desde o final da década de 1960, tem sido aprimorado a cada edição, a fim de garantir oportunidade de acesso totalmente gratuito ao Ensino Superior. Os cursos mais concorridos são Direito, Nutrição e Odontologia. Além desses, há vagas para Administração, Ciência Política, Ciências Contábeis, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Pública e Relações Internacionais, entre outros.

Com informações da Escola de Governo do Distrito Federal (Egov-DF)

Nenhum comentário