Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Mãe de mulher que esfaqueou Durval: “Tomava remédio e seria internada”

Segundo a mãe da autora do crime, Rosa Cleonice de Jesus, 45, a filha vinha tomando remédios desde o começo do ano, após aborto espontâneo


Reprodução

Acusada de esfaquear o delator da Caixa de Pandora, Durval Barbosa Rodrigues, 70 anos, a esposa dele, Fernanda Barbosa, 26, seria internada em uma clínica psiquiátrica nesta terça-feira (20/9). Segundo a mãe da autora do crime, Rosa Cleonice de Jesus, 45, a filha vinha tomando remédios desde o começo do ano, depois de perder uma gravidez de gêmeos.

Conforme explica Rosa, a filha já teve surtos psicóticos e, nessas situações, achava que estava sendo perseguida. “Ela me ligou e disse: ‘Mamãe, aconteceu uma merda. Estou vendo um monte de gente aqui em casa falando que vai me matar; o Durval falava que ia me matar, e acabei furando ele, mamãe'”, narrou a mulher.


De acordo com a sogra de Durval, o casal não tinha histórico de brigas. “Eles estão juntos há mais de três anos, e ela não sofria violência em casa. Os dois são muito apaixonados um pelo outro”, pontuou.

Com a escalada nos problemas psicológicos, a mãe diz que a família já vinha se preparando para internar Fernanda. “Ela faz acompanhamento com médico, conversei com o psiquiatra na parte da manhã de hoje, e ele disse que o correto era internar ela, porque o caso é muito grave. A gente estava planejando como fazia para internar ela amanhã, e hoje acontece essa desgraça”, lamentou.

Autuada por tentativa de homicídio
A esposa do delator da Caixa de Pandora foi autuada em flagrante por tentativa de homicídio após esfaquear o marido no abdômen. O crime ocorreu no apartamento do casal, na 114 Sul.

Fernanda Barbosa deve ser encaminhada à carceragem da Polícia Civil do DF (PCDF). Antes, passará por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). A audiência de custódia está marcada para esta terça (20/9). Se condenada, Fernanda pode pegar pena que varia de 6 a 12 anos de prisão.

A mulher apresenta lesões compatíveis com as de agressões físicas. De acordo com a Polícia Militar do DF, a corporação foi acionada para atender a uma ocorrência de violência doméstica e, quando chegou ao local, viu Durval sangrando.

Aos militares Fernanda disse que ela e o marido teriam começado a brigar e, para se defender, desferiu o golpe com a arma branca. Durval foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e conduzido ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

Segundo o delegado adjunto da 1ª DP, Maurício Iacozzilli, Durval sofreu ferimentos superficiais e seu quadro é estável.

Quem é Durval Barbosa

Ex-delegado da Polícia Civil do DF (PCDF) e ex-secretário de Relações Institucionais do Governo do Distrito Federal (GDF) da gestão de José Roberto Arruda (PL), Durval foi delator do esquema que resultou na Operação Caixa de Pandora, também conhecido como Mensalão do DEM.

Ele foi pioneiro no instituto da delação premiada. Na época, gravou políticos em situações comprometedores. O material revelou o maior esquema de corrupção já conhecido do Distrito Federal. Em um dos vídeos mais emblemáticos, Arruda aparece recebendo das mãos de Durval um pacote de dinheiro.

Durval havia sofrido AVC e infarto na noite do dia 13 de agosto deste ano. Com duas artérias obstruídas, ele chegou a ficar internado em um hospital particular de Brasília.

Por Matheus Garzon e Celimar de Meneses - Metrópoles

Nenhum comentário

Agradecemos pelo comentário.