Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Eleições 2022: Pela terceira vez, pesquisa mostra que Ibaneis permanece na frente

Foto: reprodução do google

O governador Ibaneis Rocha (PMDB), que já comandava a preferência do eleitorado brasiliense em pesquisas anteriores, na corrida ao Palácio do Buriti, aumentou as chances. A pesquisa, divulgada, nesta terça-feira (19), pelo Instituto Iveritas, contratada pela Associação Comercial do Distrito Federal (ACDF), aponta que as intenções de votos subiram para 41%.

Na pesquisa, o ex-governador José Roberto Arruda (PL), aparece em segundo lugar com 20,6 % das intenções, porém Arruda indicou, em discurso político, que deve desistir da disputa.

O levantamento aponta o senador Reguffe (União Brasil), como terceiro colocado com 9,5 %, quase empatado com os 8% da senadora Leila Barros (PDT). Já o deputado distrital Leandro Grass (PV) aparece com 2% das intenções de voto, seguido por Keka Bagno (PSOL) com 1,3%. Rafael Parente (PSB) tem 0,9% e Lucas Salles (DC) com apenas 0,7%

Os eleitores que vão votar em branco ou nulo somam 7,9%. Os indecisos são 8,2%. 

Em outro cenário, sem o senador Reguffe, a senadora Leila Barros ocupa a terceira  posição, com 9,1% das intenções de votos, a deputada federal Paula Belmonte (Cidadania) tem 4,4% e Leandro Grass (PV) com 2,3%.

Keka Bagno  (PSOL) sobe para 1,5%, seguida de Rafael Parente (PSB) com 1,2%. Lucas Salles (DC) cai para 0,6% das intenções. Aqui a porcentagem de votos brancos e nulos é de 9,3% e os que não sabem em quem vão votar sobe para  8,5%.

Na disputa sem Arruda, Ibaneis Rocha sobe para 45,2 % das intenções de votos. A pesquisa revela ainda que Leila Barros ocupa a segunda colocação, com 11,7%, seguida da deputada federal Paula Belmonte (Cidadania) com 7,2% e do senador Izalci Lucas (PSDB) com 4, 3%.

Leandro Grass (PV) tem 2,4% e Rafael Parente PSB) sobe para 1,7%. Keka Bagno (PSOL) cai para 1,4% e Lucas Sales permanece com 0,6%. 

Neste terceiro cenário, o número de votos brancos e nulos chegou a 14,8%. Os que não souberam responder também aumentou para 10,4%.

Da pesquisa 

Foram entrevistados 1.642 pessoas, de 16 a 75 anos, entre os dias 28 de junho a 1 de julho. 

A pesquisa foi registrada na justiça eleitoral sob o número: DF- 017448-2022.

Da redação Estrutural On-line

Nenhum comentário

Agradecemos pelo comentário.