Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Bilheteria do Zoo de Brasília tem novo horário de funcionamento. Veja

O local fica aberto ao público de terça-feira a domingo, das 8h30 às 17h. Os ingressos custam R$ 5 (meia-entrada) e R$ 10 (inteira)


Deiviane Linhares/ Especial Metrópoles

Os visitantes do Zoológico de Brasília só poderão comprar ingressos na bilheteria até as 16h. Até agora, a compra de bilhetes poderia ser feita ainda próximo ao horário de fechamento do espaço de lazer, às 17h. O local fica aberto ao público de terça-feira a domingo, a partir das 8h30, com entrada limitada às 16h. Os ingressos custam R$ 5 (meia-entrada) e R$ 10 (inteira).

As informações aparecem publicadas no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta segunda-feira (25/7).

Zoo noturno

O passeio noturno no Zoológico ocorre depois das 19h, às terças e quintas, com limite de 40 vagas por dia e valor de R$ 30 por pessoa. Para participar, é preciso agendar a visita pelo e-mail atendimento@zoo.df.gov.br e ter mais de 8 anos. Em cada tour, podem participar grupos de quatro a oito pessoas da mesma família.

O ponto de partida do roteiro é a Superintendência de Educação e Uso Público do Zoo, com os avisos iniciais aos participantes. De lá, o grupo segue para a Galeria África, onde os animais são ativos tanto durante o dia quanto à noite. Em seguida, visitam onças, serpentes, lobo-guará, tamanduá-bandeira, gatos-do-mato e outros bichos com maior atividade noturna.

Também é possível acompanhar parte da rotina de animais de vida livre, como capivaras, cutias, jacarés e tartarugas que vivem no lago do zoo. Por fim, há a oportunidade de alimentar e acariciar as antas. As visitas, explica o gerente de Projetos Educacionais, fazem parte dos cuidados a que os animais já estão acostumados.

Zoo Noturno

→ Agendamento: atendimento@zoo.df.gov.br
→ Às terças e quintas-feiras, a partir das 19h
→ Valor: R$ 30
→ Em caso de dúvidas, basta ligar de segunda a sexta, das 8h às 18h, para (61) 3445-7007

Por Thalita Vasconcelos - Metrópoles

Nenhum comentário

Agradecemos pelo comentário.