Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Homem é condenado por matar e arrancar cabeça de rival

Foto: João Vieira

O réu Vanderson Hurtado Gonçalves foi condenado a 14 anos de prisão por matar, decapitar e jogar o corpo de Marcos Fortunato Rafael, “Marquinhos Sol”, em um lixão do bairro Doutor Fábio, em Cuiabá. Ele e o acusado Reinaldo Ferreira Serafim foram julgados no início do mês, mas o segundo réu absolvido.

Conforme os autos, a vítima era usuária de drogas e praticava delitos pelo bairro. Não foi esclarecido o motivo que levou ao crime.

Consta na ação que Vanderson arquitetou o plano para matar a vítima. Ele a convidou para ir até a casa de terceira pessoa, com o pretexto de consumir drogas. Lá chegando, foi atacado por várias pessoas, com diferentes instrumentos.

Os golpes se concentraram no pescoço e cabeça, sendo ele torturado antes da morte de decapitação.

O corpo foi achado no dia seguinte, por populares, em estado deplorável. A cabeça estava enrolada em um lençol, cerca de um metro distante do corpo. Vários dentes foram quebrados e não havia mais sinais de violência do corpo.

Após oitivas, o Conselho de Sentença julgou Vanderson como culpado pelo assassinato.

“Condeno o réu Vanderson Hurtado Gonçalves à pena privativa de liberdade de 14 anos de reclusão, no regime inicialmente fechado”, é a decisão da juíza Mônica Catarina Perri, da 1ª Vara Criminal. O réu está preso há dois anos e não pode recorrer em liberdade.

Já Reinaldo Ferreira Serafim foi inocentado do homicídio, mas condenado a 1 ano de prisão por ter ajudado a esconder o corpo.

Por Jessica Bachega - Gazeta Digital

Nenhum comentário

Agradecemos pelo comentário.