Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Ameaça de massacre em escola particular do DF deixou pais com medo

O caso ocorreu no dia 27 de abril e a Polícia Militar foi acionada e prestou apoio no local; a escola ainda não identificou o responsável



Uma ameaça de massacre escrita dentro de um banheiro feminino do Colégio Ideal, em Águas Claras, deixou pais e alunos com medo na semana passada.

Segundo relatos, as mães dos estudantes ficaram com medo das ameaças e não queriam levar os filhos para escola na data indicada na ameaça.

A mensagem estava escrita em uma das paredes do banheiro feminino e dizia "massacre dia 28/04/2022".


Em resposta, a direção do colégio entrou em contato com a polícia, que ficou no local para apoiar e garantir a segurança dos alunos.

Ao Correio a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) informou que foi acionada e prestou apoio no local.

A reportagem conversou com o Colégio Ideal, que confirmou o incidente e disse que registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil após tomar conhecimento da situação. A escola disse que seguiu todas as instruções do Batalhão Escolar da Polícia Militar. Além disso, tranquilizaram os pais sobre o que estava ocorrendo.

O Colégio afirmou ainda que está verificando as câmeras de segurança e conversando com os alunos para identificar quem teria escrito a ameaça no banheiro. Segundo a instituição, não é possível afirmar quais medidas serão tomadas quando o aluno for identificado mas, dada a gravidade do ato, o responsável pode ser transferido do centro de ensino.

Veja a nota na íntegra da instituição:

Esclarecemos que, ao identificar a mensagem em tom ameaçador no banheiro da instituição, tomamos todas as medidas cabíveis, registrando boletim de ocorrência na Polícia Civil e seguindo todas as instruções do Batalhão Escolar da Polícia Militar, que esteve presente na escola hoje.

Tranquilizamos as famílias e recebemos, normalmente, nossos alunos para participarem das aulas e atividades. Seguimos monitorando-os e investigando quem seria o responsável pelo ocorrido.

De toda forma, sabemos que este não é um caso isolado, uma vez que escolas e seus estudantes em diversos locais do Brasil também vêm passando por situações atípicas, como consequência de uma saúde emocional fragilizada durante a pandemia.

Temos certeza de que a parceria família-escola-comunidade é uma das chaves para fortalecer nossos jovens e formar cidadãos empáticos e conscientes. Seguiremos aproveitando nossos projetos de Inteligência de Vida e Saúde Emocional para trabalhar reflexões sobre o tema com nossos alunos e familiares.

Outros casos

Um caso semelhante foi reportado no Colégio Militar Dom Pedro 2 (CMDP 2), na Asa Sul na última quinta-feira (28/4). A ameaça de massacre também teria sido escrita na parede de um dos banheiros femininos.

Segundo a instituição, os eventuais autores de toda e qualquer ameaça devem ser identificados e devidamente disciplinados, conforme o regulamento interno do colégio, mas não confirmaram se eles já foram identificados.

No dia 19 de abril, parentes de estudantes do Centro de Ensino Médio 1 do Gama, CEM 01, se assustaram com a possibilidade de um atentado na escola, escrito em uma carteira.

Na data o Correio teve acesso ao áudio do diretor da escola que confirmava a ameaça mas que a instituição já tinha notificado a PM para que eles fossem até a escola para garantir a segurança dos alunos. 

Por Camilla Germano - Correio Braziliense

Nenhum comentário

Agradecemos pelo comentário.