Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Com fuzis, bandidos atacam batalhão da PM e fazem reféns em Guarapuava

Durante o assalto, houve reação da PM, que gerou um grande confronto armado na região da cidade paranaense



Moradores de Guarapuava, na região central do Paraná, viveram momentos de terror durante a noite de domingo (17/4) e madrugada desta segunda-feira (18/4). Um grupo fortemente armado tentou assaltar uma empresa de transporte de valores.

Os criminosos atacaram um batalhão da Polícia Militar paranaense, colocaram fogo em veículos para cercar os policiais e fizeram reféns. Ao menos cinco pessoas ficaram feridas.

Veja vídeo da ação:


Ameaçadas com fuzil, as vítimas foram obrigadas a fechar os acessos da cidade. Durante o assalto, houve reação da PM, que gerou um grande confronto armado na região.

Segundo informações do governo local, o Exército foi acionado e vai reforçar a segurança no local.

Nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira era possível ver blindados das Forças Armadas circulando no local. Os suspeitos conseguiram fugir, por volta das 5h45, em direção ao interior do estado.

A ação lembra outro assalto ocorrido no estado vizinho, em 2020. O ataque a uma agência do Banco do Brasil gerou terror entre os moradores de Criciúma, em Santa Catarina, na madrugada do dia 1º de dezembro. De acordo com autoridades, foi o maior roubo da história do estado.

Uma quadrilha formada por 30 criminosos trocou tiros com policiais, fez reféns e deixou diversas notas de dinheiro espalhadas pelas ruas. Os bandidos chegaram em 10 carros, por volta da meia-noite. Eles entraram na agência bancária com 30 quilos de explosivos. Moradores da região relatam que os ladrões estavam armados com fuzis e outras armas de grande porte, atirando para cima.


Antes de fugir, a quadrilha deixou diversas cédulas espalhadas por uma rua da cidade. Vídeos mostram o momento em que moradores aproveitaram a situação para pegar o dinheiro. Quatro homens foram detidos pelo furto das notas. Eles foram encontrados com mais de R$ 810 mil em um apartamento.

Por Mirelle Pinheiro e Carlos Carone do Metrópoles

Nenhum comentário

Agradecemos pelo comentário.