Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Irritado, homem joga balde d’água com sabão em crianças no DF

Caso aconteceu na manhã dessa quarta-feira (9/3), no Lago Norte. O líquido acabou molhando um dos menores e os brinquedos Um grupo de crianç...

Caso aconteceu na manhã dessa quarta-feira (9/3), no Lago Norte. O líquido acabou molhando um dos menores e os brinquedos



Um grupo de crianças que brincava no pilotis de um prédio no Lago Norte foi hostilizado, nessa quarta-feira (9/3), por um homem que jogou um balde d’água com sabão nos meninos. O agressor é funcionário de uma vidraçaria do local e teria se revoltado com a movimentação próximo ao estabelecimento. Uma das crianças, bem como os brinquedos do grupo, acabou atingida.

Responsáveis e babás presenciaram o caso. Uma das testemunhas, inclusive, fez uma gravação, onde é possível observar a revolta das pessoas com o funcionário que, tranquilamente, pega o rodo e limpa o chão após o ataque de fúria.

Mãe de uma das crianças, a pedagoga Anna Carolina de Souza Feitoza Pereira, 28 anos, conta que a presença do grupo no prédio ocorre devido a impossibilidade de frequentar um parquinho próximo, por conta do horário. “O parquinho que tem em frente ao prédio é de ferro e, por esse horário, fica bem quente”, revela.

Por isso, os pequenos passaram a brincar no pilotis do edifício, que é residencial e comercial. “A ideia é que cada um leve seus brinquedos e a gente compartilhe”, diz a mãe.

“Recentemente, abriu uma vidraçaria onde geralmente a gente fica com as crianças. É um prédio comercial e residencial, tem vários estabelecimentos ali e ninguém nunca foi reclamar conosco por estar ali”, conta Anna.

No entanto, o homem que aparece nas imagens desaprovou a presença das crianças no local. “O funcionário dessa vidraçaria é um jovem muito impaciente”, declara. “O chefe dele solicitou, com educação, para eles não ficarem em frente à loja, pois, como ali passa vidro e ferro, as crianças poderiam se machucar. Assim, ele pediu que a gente ficasse na lateral”.

“Ontem, umas das crianças jogou uma bolinha, que entrou para dentro da loja sem querer. O menino entrou, pediu desculpa, pegou a bolinha e saiu”, comenta.

Em seguida, o homem saiu da loja e jogou o balde de água. “Ele pegou um balde com água e sabão e jogou onde as crianças estavam brincando com o discurso que: ‘estou limpando a minha loja'”, declara a mãe. “Essa água bateu na perna de um menino de 1 ano e 8 meses, bateu na perna de uma babá e molhou os brinquedos das crianças”.

Os pais se juntaram e foram até a 9ª Delegacia de Polícia (Lago Norte), onde registraram um boletim de ocorrência.

Por Nathália Cardim e Marcus Rodrigues do Metrópoles

Nenhum comentário