Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Polícia interrompe show de MC Poze em Belém e dispara balas de borracha após reação do público

A gravação mostra os agentes da PM sobre o palco da festa enquanto os músicos eram retirados do local Imagens que circulam nas redes sociais...

A gravação mostra os agentes da PM sobre o palco da festa enquanto os músicos eram retirados do local



Imagens que circulam nas redes sociais mostram um tumulto generalizado após a Polícia Militar do Pará interromper um show do funkeiro MC Poze do Rodo, em Belém. O caso ocorreu na noite deste domingo (7) na capital paraense. Em um vídeo, um policial aparece disparando balas de borracha em direção ao público. A gravação mostra os agentes da PM sobre o palco da festa enquanto os músicos eram retirados do local.

Em seguida, os espectadores do evento começaram a jogar copos de bebida, objetos pessoais e itens de uso pessoal contra os policiais. Ao mesmo tempo, um dos agentes atira com uma espingarda de balas de borracha em direção à plateia. Apesar da confusão, não há informações sobre feridos no episódio até o momento.

A Polícia Militar do Pará alegou, por meio de nota, que as razões para a interrupção do show foram denúncias de superlotação do espaço e utilização de materiais pirotécnicos. “Os agentes confirmaram que a casa, com capacidade para 3.000 pessoas, estava com lotação de 7.000 presentes”, disse a corporação. “Os militares subiram no palco para vistoriar a presença de adolescentes quando objetos foram arremessados. Houve intervenção da PM com a utilização de instrumentos de menor potencial ofensivo para dispersar os presentes”, acrescenta o comunicado da PM.

Já o cantor MC Poze do Rodo deu sua versão em uma rede social sobre o caso ocorrido em Belém. O artista negou que tenha incitado violência e se declarou surpreso com a intervenção policial no local da festa, no bairro do Parque Verde. “Estava na quarta música, quando a polícia subiu no palco e mandou acabar o evento. O motivo, não sei. Só sei que foi o maior ‘pavão’, começaram a jogar garrafas, tacar as coisas no palco. Estava fazendo meu show, a polícia mandou nos retirar e fomos pra van, da van viemos para o hotel”, disse.

MC Poze tem mais de três milhões de seguidores em uma das suas redes sociais. O DJ, nascido na favela do Rodo, em Santa Cruz, no Rio de Janeiro, ganhou fama com a música e notoriedade pela sua forma de exibir jóias. O cantor é investigado no Rio de Janeiro por suposta ligação com o tráfico de drogas. Poze foi apontado em julho de 2020 como foragido da Justiça, mas o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) revogou a prisão preventiva dias depois. Antes, o DJ foi denunciado pelo Ministério Público do Estado.

No final do mês passado, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia proibiu um evento que contaria com a participação de MC Poze no dia 30 de outubro. A alegação da pasta foi de que havia ameaças de traficantes contra o artista e a existência de um vídeo em que Poze apareceria armado.

Por FolhaPress - José Matheus Santos

Nenhum comentário