Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Secretária do DF multa cooperativa de reciclagem em R$ 28 mil reais por descarte irregular de resíduos

A Subsecretaria de Fiscalização de Resíduos (Sufir), realiza vistorias diárias de monitoramento em todo o Distrito Federal

 

O descarte irregular de resíduos é um problema crônico nas cidades brasileiras e essa realidade também está presente no Distrito Federal. Por conta disso, durante uma fiscalização de rotina, uma cooperativa recebeu uma multa no valor de aproximadamente R$ 28 mil reais ao realizar o descarte irregular de resíduos. Durante abordagem o motorista de um caminhão não tinha o Certificado de Transporte de Resíduos (CTR). O veículo foi encaminahado para o depósito do Setor de Indústria e Abastecimento (SIA).
 
Segundo a secretária do DF, o flagrante foi feito em um terreno próximo ao antigo Jóquei Clube. A área já vinha sendo observada por inspetores da Subsecretaria de Fiscalização de Resíduos (Sufir). A localidade se tornou um ponto bastante frequentado por carroceiros, proprietários de carros pequenos e de caminhões, que se valem do pouco movimento no local para o descarte irregular.
 
Tendo em vista os excessos verificados no local e a grande quantidade de lixo descartado pela cooperativa, a empresa terá que pagar uma multa no valor de R$ 22.927,00, nesta terça-feira (26). O dono do caminhão também terá que pagar uma multa de R$ 5 mil reais, pela falta da CTR,  documento obrigatório para o transporte de resíduos sólidos, que deve ser levado à Unidade de Recebimento de Entulhos (URE).
 
Os servidores ainda flagraram outros dois veículos descartando entulhos e restos de material de obra, às margens da DF-001. Ambos foram multados em R$ 2.292,79.
 
A Subsecretaria de Fiscalização de Resíduos (Sufir), realiza vistorias diárias de monitoramento em todo o Distrito Federal, principalmente nos locais conhecidos por receber o descarte irregular de resíduos. Três equipes se revezam em rondas de manhã, à tarde e também à noite, período preferido pelas pessoas para evitar a fiscalização.
Segundo informações da Subsecretaria da DF Legal, nos casos em que não há flagrante, a Subsecretaria de Fiscalização de Resíduos (Sufir) busca fazer uma verificação no sentido de tentar identificar os responsáveis pelo despejo do material e posterior pagamento de multa.
 
Os valores podem variar de 2 mil até 22 mil reais. A multa aplicada leva em consideração, a quantidade de lixo irregular descartado por metro quadrado, ou seja, quanto maior a quantidade de descarte irregular, maior será o valor da multa aplicada, de acordo com a Subsecretaria da DF Legal .
 
Ainda segundo a pasta, até outubro deste ano, foram realizadas 44.165 ações fiscais de resíduos sólidos, destas 6609 foram só na Região Administrativa de Ceilândia, que é tida como um dos locais de maior incidência de descarte irregular. A Subsecretaria de Fiscalização de Resíduos informou ainda que já foram aplicadas 385 multas em todo Distrito Federal.

Da redação Estrutural On-line

Nenhum comentário

Agradecemos pelo comentário.