Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Sérgio Reis vira alvo da PF em operação de busca e apreensão

Deputado federal Otoni de Paula também está incluído na operação a pedido da  PGR e acatado pelo Ministro Alexandre de Morais do STF O drama...

Deputado federal Otoni de Paula também está incluído na operação a pedido da  PGR e acatado pelo Ministro Alexandre de Morais do STF


O drama vivido pelo cantor Sérgio Reis parece não ter fim.  Na manhã desta sexta-feira (20), a Polícia Federal deflagrou uma operação de busca e apreensão, expedidos pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF),  Alexandre de Moraes, atendendo uma solicitação da Procuradoria Geral da República (PGR). Além do sertanejo, o deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ), também é alvo da operação.
 
“O objetivo das medidas é apurar o eventual cometimento do crime de incitar a população, através das redes sociais, a praticar atos violentos e ameaçadores contra a Democracia, o Estado de Direito e suas Instituições, bem como contra os membros dos Poderes”, informou a PF, em nota divulgada para a imprensa.
 
No total foram autorizados 13 mandados e os agentes se deslocaram a endereços nos estados de Santa Catarina (6), São Paulo (2), Rio de Janeiro (1), Mato Grosso (1), Ceará (1) e Paraná (1), além do Distrito Federal (1). Ainda segundo informações, a PF esteve no gabinete do parlamentar na capital federal.
 
Nas redes sociais, Otoni disse que “não há nada melhor que não dever nada a ninguém” e chamou Moraes de “tirano”. O parlamentar acrescentou que foi intimado a comparecer à PF.
 
O parlamentar foi denunciado pela PGR ao STF em julho de 2020 pelos possíveis crimes de difamação, injúria e coação em vídeos com ataques e ofensas a Alexandre de Moraes.
 
Entenda o caso
 
A Polícia Civil do Distrito Federal abriu um inquérito para investigar ataques a ministros do STF, divulgadas pelo cantor Sérgio Reis e outras pessoas em áudios que repercutem nas redes sociais, além do inquérito que já tramita na PGR.
 
No vídeo, o sertanejo diz em tom de ameaça que os caminhoneiros vão parar o país em setembro se o Senado não retirar alguns dos ministros do STF. "Se em 30 dias não tirarem aqueles caras nós vamos invadir, quebrar tudo e tirar os caras na marra. Pronto. É assim que vai ser. E a coisa tá séria”, disparou o artista.
 
Em outro momento da gravação, Sergio Reis, confirma as ameaças:  "Vocês [senadores] têm 72 horas para aprovar o voto impresso e tirar todos os ministros do Supremo Tribunal Federal. Não é um pedido, é uma ordem. É assim que eu vou falar com o presidente do Senado. Isso é uma ordem."
 
Procurado para falar sobre o assunto, o Deputado federal Otoni de Paula disse, em uma live, que o Brasil está vivendo "um estado de exceção". "Num estado de exceção você pode ser preso. O ministro Alexandre de Moraes tem tido um comportamento ditatorial. Hoje em dia ele tem sim a autoridade e a prerrogativa de prender todos aqueles que ele acha que ameaça (sic) a democracia brasileira."

Da redação Estrutural On-line

Nenhum comentário