Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Ex-policial é condenado a 22 anos de prisão pelo sequestro e morte de Eliza Samudio

Apesar da decisão judicial, o policial aposentado deverá cumprir a pena em  liberdade até que seu recurso seja julgado O Tribunal de Justiça...

Apesar da decisão judicial, o policial aposentado deverá cumprir a pena em  liberdade até que seu recurso seja julgado


O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) condenou nesta quinta-feira (26), o ex-policial civil  José Lauriano de Assis Filho, mais conhecido como Zezé, pelo sequestro e morte da ex-modelo Eliza Samudio. De acordo com a Justiça, o policial aposentado vai cumprir uma pena de 22 anos de prisão, pelo envolvimento no brutal assassinato da amante do ex-goleiro Bruno Fernandes, ocorrido no  dia 4 de junho de 2010.
 
Mesmo com a decisão do júri,  Zezé deverá cumprir a pena em liberdade até que seu recurso seja julgado.
 
Segundo denúncia do Ministério Público de Minas Gerais, coube a Zezé tomar a força Eliza Samúdio, grávida de quatro meses. Na oportunidade, ele contou com a colaboração do primo de Bruno, Jorge Luiz Lisboa Rosa, que participou do sequestro. Ainda segundo o MP-MG, o crime teria sido planejado entre o ex-goleiro e seu amigo de infância, Luiz Henrique Romão, mais conhecido como “Macarrão”.
 
Durante a sessão de julgamento, foram ouvidas 11 testemunhas, entre elas o ex-goleiro Bruno e Macarrão, que prestaram depoimento por intermédio de videoconferência.
 
Vale lembrar que em 2015, o juiz Elexander Camargos Diniz recusou o pedido de revogação da prisão preventiva de Zezé. Na ocasião, o magistrado considerou que diferentes envolvidos no crime confirmaram a presença de José Lauriano na cena do crime.
 
Ainda de acordo com o juiz Elexander Camargos Diniz, pesou contra Zezé a possibilidade dele intimidar outros envolvidos durante o processo, além da chance de destruição de provas. O corpo da ex-modelo Eliza Samúdio até hoje não foi encontrado.

Da redação Estrutural On-line

Nenhum comentário