Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

CPI da Covid-19 aprova pedido de quebra de sigilo de cinco sites bolsonaristas

A CPI tem como alvo os responsáveis pelos sites Terça Livre, Brasil Paralelo, Crítica Nacional, Senso Incomum e Conexão Política O cerco est...

A CPI tem como alvo os responsáveis pelos sites Terça Livre, Brasil Paralelo, Crítica Nacional, Senso Incomum e Conexão Política


O cerco está se fechando, depois que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, aprovou nesta terça-feira (3), a quebra de cinco veículos de comunicação suspeitos de disseminar notícias falsas durante a pandemia, a chamada “fake news”. Os senadores querem saber quem financia essas ações contra a democracia.
 
A CPI tem como alvo os responsáveis pelos sites Terça Livre, Brasil Paralelo, Crítica Nacional, Senso Incomum e Conexão Política. Chegou a ser cogitado a quebra de sigilo da rádio Jovem Pan, porém os senadores recuaram e preferiram não incluí-lo nas investigações.
 
O pedido de acesso aos dados bancários da Jovem Pan havia sido requisitado na última sexta-feira pelos senadores Humberto Costa (PT-PE) e Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid e, desde então, ocasionou uma enxurrada de críticas entre parlamentares e órgãos de imprensa. Na abertura da  sessão desta terça-feira, o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), sinalizou que retiraria a solicitação da pauta.
 
O relator da CPI da Covid-19, creditou a sua intenção a um equívoco de sua assessoria”. A solicitação de quebra do sigilo bancário, apresentado por ele e pelo senador petista, era na sua essência uma cópia de outros requerimentos que tinham como alvos integrantes do chamado “gabinete do ódio”, expressão utilizada para se referir a alguns apoiadores de Bolsonaro.
 
A CPI aprovou ainda um pedido que será encaminhado para a plataforma WordPress para requisitar todas as informações referentes ao site www.republicadecuritiba.net, tais como:a identificação dos “responsáveis, elaboradores, editores e quem financia os serviços da empresa, com nomes, registros junto à WordPress, seus respectivos documentos e certificados cadastrais junto à Receita”.
 
Serão convocados pela CPI, testemunhas ligadas a Francisco Emerson Maximiano, dono da Precisa Medicamentos. Entre os convocados, estão: Danilo Trento, Gustavo Trento, Leonardo Gomes, Elson Júnior, Raphael Abreu e José Júnior. Todos estavam acompanhando Francisco em viagem para a Índia.

Da redação Estrutural On-line

Nenhum comentário