Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

DF já tem definido as datas para volta às aulas presenciais

Secretaria de Educação informou que o retorno será escalonado e deve ocorrer ao longo do mês de agosto Uma boa notícia para profissionais da...

Secretaria de Educação informou que o retorno será escalonado e deve ocorrer ao longo do mês de agosto


Uma boa notícia para profissionais da educação, alunos e pais, depois que a Secretaria de Educação informou que as aulas presenciais na rede pública de ensino do Distrito Federal, vão retornar a partir do dia 2 de agosto, porém as aulas só tem início no dia 5.

Ainda por conta das medidas de combate a pandemia causadas pela Covid-19, o retorno às aulas presenciais será escalonado e intercalado, entre atividades presenciais e remotas. Inicialmente está programada para os dias 2, 3 e 4 a realização de atividades pedagógicas. No dia 5, haverá a volta da educação infantil. Na sequência,  ensinos fundamental, médio, educação de jovens (EJA) e adultos.

Vai caber a cada instituição de ensino definir os horários conforme a frequência de alunos. Os docentes vão cumprir uma carga horária de quatros horas para os alunos presenciais e vão dedicar uma hora para  para aqueles alunos que ficaram em sua residência.

A secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, acredita que nessa fase inicial metade dos alunos confirmem presença, enquanto os demais estudantes devem seguir no ensino híbrido por algum tempo por possuírem comorbidades ou por opção da família não voltar às aulas nesse momento.

Para aqueles alunos que são acometidos por alguma comorbidade devem apresentar exame na secretaria da instituição de ensino. O DF registra atualmente cerca de 470 mil alunos.

“Se o pai não quiser levar a criança, estiver inseguro, aí a escola poderá pensar em manter essa criança de forma remota, mas não é o que a gente quer, porque o espaço de convivência na escola é um espaço de crescimento, também”, ressaltou a secretária. “Pedimos às famílias que levem as crianças. O Ministério Público está fazendo uma vistoria nas escolas para garantir a segurança sanitária”, disse Hélvia durante a coletiva.

Ainda com relação aos estudantes  com comorbidades, a secretária garantiu comorbidade será atendido de forma remota, sendo em área rural ou urbana”. Hélvia não deu detalhes se os estudantes da área rural terão material impresso ou receberão algum auxílio para acesso à internet.

A Secretaria confirmou  ainda que os docentes que foram imunizados contra a Covid-19 com a vacina AstraZeneca até o dia 2 de junho poderão antecipar a segunda dose a partir de hoje. “Pedimos aos professores para que observem no cartão de vacina se já tem 60 dias da primeira dose”, ressaltou o secretário de Governo, José Humberto Pires.

A secretária Hélvia Paranaguá informou ainda, que a Secretaria de Saúde vai remanejar 2.100 doses da vacina da Janssen para os docentes que não foram imunizados por algum motivo. “Estamos chamando de repescagem”, ressaltou Hélvia.

Da redação Estrutural On-line

Nenhum comentário