Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Armazém dos móveis

Banner-armaz-m-dos-m-veis

Pessoas com 55 anos ou mais já podem agendar vacinação contra a covid-19 no DF

O agendamento poderá ser feito hoje (11) a partir das 12h; cerca de 43 mil pessoas deverão ser imunizadas Começa nesta sexta-feira (11/6) ...

O agendamento poderá ser feito hoje (11) a partir das 12h; cerca de 43 mil pessoas deverão ser imunizadas


Começa nesta sexta-feira (11/6) o agendamento para a vacinação contra a covid-19 de pessoas com 55 anos ou mais. O agendamento – que pode ser feito aqui – foi possível depois que o governo recebeu cerca de 120 mil doses de vacinas do Ministério da Saúde, nesta semana. Ao todo, o governo espera vacinar 43 mil desse público, já que 17 mil pessoas dessa faixa etária já foram vacinadas por fazerem parte de outro grupo prioritário.

“A Secretaria de Saúde está fazendo um remanejamento das doses para dar um dinamismo maior à vacinação, reduzir com mais velocidade a idade, encampar outras categorias profissionais ou finalizar aquelas que já começaram”, garante o secretário da Casa Civil do Governo do DF, Gustavo Rocha.

Além desse público, nesta final de semana também serão vacinados os os profissionais de creches, que serão imunizados com a vacina da AstraZeneca. Para esse público serão quatro pontos de vacinação na modalidade drive-thru.

O governo também espera vacinar os seguintes grupos, nos próximos dias: 500 servidores do Ministério da Saúde, 256 da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), 2 mil moradores de rua, mil aeroportuários, 5 mil rodoviários, 500 trabalhadores da assistência social, 1,5 mil para as Forças Armadas, 15 mil pessoas com comorbidades, 10 mil deficientes sem o BPC, 8 mil para a segurança pública e 38 mil profissionais da educação pública.

No momento, a variante do coronavírus presente no DF, segundo o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, é a cepa P1, que foi registrada em Manaus. Segundo Okumoto, desde janeiro, foram 490 testes feitos principalmente em casos de reinfecção, óbitos e pacientes graves.


Da redação Estrutural on-line

Nenhum comentário