Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Armazém dos móveis

Banner-armaz-m-dos-m-veis

Vendas no Dia dos Namorados deve crescer 8%, diz Sindivarejista

Lojas de roupas, sapatos, flores e perfumes podem registrar alta de até 11%; no ano passado, o impacto da pandemia pesou e houve queda de 27...

Lojas de roupas, sapatos, flores e perfumes podem registrar alta de até 11%; no ano passado, o impacto da pandemia pesou e houve queda de 27,8%


Estimativa feita pelo Sindicato do Comércio Varejista do DF (Sindivarejista) mostra que as vendas, neste dia 12 de junho, data em que se comemora do Dia dos Namorados, devem ter aumento de 8%. A informação é positiva, já que, em 2020, em razão da pandemia, a data registrou queda de 27,8%.

No caso de lojas de roupas, sapatos, flores e perfumes, a alta pode ser maior, pode atingir 11%. Além disso, segundo o sindicato, a data deve injetar R$ 102 milhões na economia do Distrito Federal e movimentar diferentes tipos de comércios, como lojas de entrequadras e shoppings, bares, restaurantes, hotéis, motéis e floriculturas, segundo a associação.

“Em 2020, todos estavam sob os impactos iniciais da pandemia e as vendas desabaram. É um claro sinal de que quem compra quer prazo para pagar, ainda que com juros”, explica o vice-presidente do Sindivarejista-DF, Sebastião Abritta.

Ainda de acordo com o sindicato, a porcentagem de vendas no Dia dos Namorados nos últimos três anos vinha em ascensão até 2020. A pesquisa feita pela entidade não mensura os valores totais, mas, sim, a estimativa de crescimento dos lojistas.

Cerca de 100 empresários foram ouvidos para a conclusão do levantamento.

Por redação Estrutural on-line

Nenhum comentário