Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Nomeação de 171 servidores para reforçar a assistência social

São 98 especialistas e 73 técnicos para as pastas de Desenvolvimento Social, Justiça e Cidadania e Mulher para ajudar no combate à covid-19 ...

São 98 especialistas e 73 técnicos para as pastas de Desenvolvimento Social, Justiça e Cidadania e Mulher para ajudar no combate à covid-19


O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, nomeou, nesta terça-feira (16), mais 171 servidores públicos para as secretarias de Desenvolvimento Social (Sedes), de Justiça e Cidadania (Sejus) e da Mulher.

São 98 especialistas em assistência social e 73 técnicos. O reforço de profissionais é mais uma ação para fortalecer a rede de proteção da capital, garantindo os direitos da população mais vulnerável em meio a pandemia do novo coronavírus.

“É período de muita dificuldade e de muita luta, principalmente para aqueles que estão em situação de carência. É nessa hora que temos que renovar o nosso aparato social para socorrer todas essas pessoas”, destacou o chefe do Executivo local durante cerimônia no Salão Nobre do Palácio do Buriti, Ibaneis Rocha.

O governador ressaltou o esforço do GDF para nomear o máximo de servidores possível. “Fizemos isso em um momento que talvez outros governantes não fariam por causa da preocupação dos recursos que precisam ser investidos na saúde. Acreditamos que com esse tecido social fortalecido sairemos desse momento de dificuldade”, ressaltou Ibaneis Rocha.

A secretária de Desenvolvimento Social (Sedes) e primeira-dama do DF, Mayara Noronha Rocha, lembrou que mesmo em um momento complicado, o GDF conseguiu fortalecer a política de assistência social na capital. “Ao nomear esses servidores mostramos o compromisso do governo com a população. O objetivo é aumentar os atendimentos nos Cras [Centro de Referência de Assistência Social], porta de entrada para o cidadão acessar a proteção básica”, adianta.

Marcela Passamani, titular da Sejus, antecipa que com as nomeações será possível ampliar o atendimento à população. “Conseguiremos abrir núcleos de atendimento às vítimas de violência, como idosos, mulheres e crianças, entre outros serviços. Tudo isso para cuidar da área social, principalmente nesse momento de pandemia”, explica.

Já a secretária da Mulher, Ericka Filippelli, reforça que os convocados serão alocados na Casa da Mulher Brasileira, em Ceilândia, inaugurada este mês. “O governo criou vários programas e nos tornamos referência nacional. Precisávamos de pessoal. Todas as políticas serão fortalecidas com esse novos servidores”, pontua.

“O governador já nomeou mais de 600 servidores para a área social, além dos 171 de hoje. Todos aqueles que são vulneráveis, como idosos e crianças, estão ansiosos com a chegada de vocês”
André Clemente, secretário de Economia

O secretário de Economia, André Clemente, lembrou outras nomeações para a área realizadas nesta gestão. “O governador já nomeou mais de 600 servidores para a área social, além dos 171 de hoje. Todos aqueles que são vulneráveis, como idosos e crianças, estão ansiosos com a chegada de vocês”.

Dentro da lei

Os prazos de validade de concursos públicos da capital foram suspensos no ano passado, devido ao estado de calamidade na saúde pública. A medida foi publicada em edição extra do Diário Oficial do DF (DODF) em agosto do ano passado e está prevista na Lei Nº 6.662/2020, de autoria do Poder Executivo. A lei tem como objetivo resguardar os direitos dos candidatos aprovados.

Porém, a norma não impede a nomeação de aprovados para reposições decorrentes de vacância de cargos públicos efetivos. Ou seja, quando há aposentadoria, exoneração ou morte de estatutários em atividade. As nomeações atendem à necessidade de cada um dos três órgãos, em decorrência de vagas disponíveis; à Lei Complementar nº 173, de 27 de maio de 2020; e, ao Decreto 40.467/2020.

Luiza de Carvalho, 28 anos, é uma das nomeadas da Sedes. A moradora do Guará veio da periferia de Goiânia e sempre quis trabalhar na área. “É como o governador falou, a área social é uma das mais importantes no enfrentamento da pandemia da covid- 19. Há questões sociais muito importantes, como o desemprego, que vamos ajudar a solucionar”, comenta.

Outras nomeações

Na semana passada, a Secretaria de Saúde abriu processo seletivo para contratar profissionais aposentados com o objetivo de reforçar o combate ao coronavírus. O certame é válido para médicos das especialidades clínica, intensivista adulto, nefrologia, anestesiologia e neonatologia. No caso dos neonatologistas, ele poderá ser um pediatra que tenha atuado na especialidade. Também serão contratados aposentados de outras áreas, como enfermagem e fisioterapia.

Atualmente, a rede pública de saúde possui 6.181 profissionais aposentados. Podem participar desse processo aqueles da pasta quanto do Hospital Universitário de Brasília (HUB). Os detalhes das inscrições e das unidades onde eles vão atuar serão divulgados em breve pela Secretaria de Saúde.

Confira a distribuição dos novos servidores do GDF:

Nomeação de 112 servidores da Secretaria de Desenvolvimento Social:
– 76 especialistas em assistência social
– 36 técnicos em assistência social

Nomeação de 50 servidores da Secretaria de Justiça e Cidadania:
– 32 técnicos em assistência social
– 18 especialistas em assistência social

Nomeação de 9 servidores da Secretaria da Mulher:
– 5 técnicos em assistência social
– 4 especialistas em assistência social

POR ANA LUIZA VINHOTE, DA AGÊNCIA BRASÍLIA I EDIÇÃO: CAROLINA JARDON

Nenhum comentário