Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Colégios cívico-militares terão bandas de música

Governo licita compra de 720 instrumentos musicais para as 10 escolas de gestão compartilhada A volta às aulas para os 16 mil alunos que est...

Governo licita compra de 720 instrumentos musicais para as 10 escolas de gestão compartilhada


A volta às aulas para os 16 mil alunos que estudam nas 10 escolas cívico-militares do Distrito Federal terá novidade: bandas de música serão formadas nas unidades de gestão compartilhada entre a Secretaria de Segurança Pública (SSP/DF) e a Secretaria de Educação (SEE). A SSP abriu licitação para a compra de 720 instrumentos musicais destinados às escolas que adotaram o novo modelo de gestão. O GDF vai investir R$ 785 mil no projeto.

A licitação, no modelo pregão eletrônico de menor preço, será realizada no dia dia 3 de março, às 10h neste site. Cada instituição de ensino receberá 72 instrumentos. Na lista, estão equipamentos como flauta, clarineta, saxofone, trombone, tuba, lira, caixas de tarol e surdos.

O GDF vai investir R$ 785 mil no projeto.

A empresa vencedora da licitação deve entregar os instrumentos em até 30 dias contados da assinatura do contrato. A previsão é que eles sejam repassados para as escolas ainda no primeiro semestre deste ano. “A musicalização é parte importante da identidade cultural dos colégios militares. Do ponto de vista pedagógico, as aulas de música serão um importante instrumento no desenvolvimento dos estudantes”, destaca o secretário de Segurança Pública do DF, delegado Anderson Torres.

Os professores de música serão destinados pela Secretaria de Educação, parceira na gestão desse projeto. Os alunos-aprendizes serão selecionados depois do início do ano letivo, previsto para 8 de março.

“As atividades musicais são muito importantes no processo de ensino e aprendizagem, contribuem com a socialização, com o desenvolvimento do raciocínio lógico, com a disciplina. Há uma infinidade de benefícios. O reflexo no desempenho escolar é extraordinário, sem falar que, de todas as formas de arte, a música é a que está presente na vida de todas as pessoas, está próxima do dia a dia do estudante. Então, é algo que ele também pratica com alegria. E para os que são vocacionados para a música, o apoio da escola é fundamental”, destaca o secretário de Educação, Leandro Cruz.

Gestão compartilhada

O modelo de gestão compartilhada é destinado a estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. A SSP/DF é responsável pela gestão disciplinar, com o emprego do efetivo da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) na coordenação de atividades extracurriculares e nas ações disciplinares voltadas à formação cívica, moral e ética do corpo discente, objetivando o bem-estar social. Já a SEEDF é responsável pela gestão administrativa e pedagógica das unidades escolares e pelo cumprimento do Projeto Político-Pedagógico, conforme  as leis de diretrizes educacionais.

O objetivo é proporcionar uma educação de qualidade aos estudantes da rede pública de ensino. As pastas de Segurança e Educação realizam ações conjuntas e constroem estratégias voltadas ao policiamento comunitário e ao enfrentamento da violência no ambiente escolar, promovendo uma cultura de paz. Atualmente, mais de 16 mil alunos estão nas 10 unidades que adotaram o modelo. São elas:

Centro Educacional 03 de Sobradinho;
Centro Educacional 308 do Recanto das Emas;
Centro Educacional 01 da Estrutural;
Centro Educacional 07 da Ceilândia;
Centro Educacional Condomínio Estância III de Planaltina;
Centro Educacional 01 do Itapoã;
Centro de Ensino Fundamental 19 de Taguatinga;
Centro de Ensino Fundamental 01 do Núcleo Bandeirante;
Centro de Ensino Fundamental 407 de Samambaia e
Centro de Ensino Fundamental 01 do Riacho Fundo II

POR GIZELLA RODRIGUES, DA AGÊNCIA BRASÍLIA | EDIÇÃO: MÔNICA PEDROSO

Nenhum comentário