HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin
GIF-300-MEGA

Últimas notícias

latest
Continua abaixo do anúncio
Butique-das-utilidades

Policiais da 14ª DP prenderam um homem que se identificava falsamente como juiz federal

Policiais civis da 14ª DP (Gama) prenderam em flagrante — na quinta-feira (23), por uso de documento ideologicamente falso e uso indevido de...


Policiais civis da 14ª DP (Gama) prenderam em flagrante — na quinta-feira (23), por uso de documento ideologicamente falso e uso indevido de distintivo militar — um homem de 46 anos que se identificava falsamente como juiz federal e trajava vestimentas com símbolos militares.

De acordo com a testemunha, o homem, que utilizava identificações da Justiça Federal, conquistava a confiança das vítimas e oferecia serviços de facilitador para a aquisição de registros de armas de fogo junto ao Exército Brasileiro.

Segundo o relato, o indivíduo fez vítimas nos estados de Goiás e Minas Gerais, que pagavam valores para conseguir adquirir armas de fogo, em tese, legalizadas. Imagens do homem passaram a ser divulgadas, nas redes sociais, atribuindo, a ele, crimes de estelionato.

O envolvido compareceu em frente à sede da unidade policial e, utilizando uma camisa com a inscrição “juiz”, com brasão da República Federativa do Brasil, gravou um vídeo afirmando que havia adotado as medidas necessárias para punir as pessoas que o estavam difamando.

Os agentes da 14ª DP identificaram e localizaram o homem que, ao comparecer a delegacia, trajava, sem autorização, camiseta com o símbolo do Exército Brasileiro, e apresentou um documento ideologicamente falso ao se identificar como membro da Justiça Federal. O envolvido foi detido e liberado após o pagamento de fiança.

Por Assessoria de Comunicação/DGPC

Nenhum comentário