HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin
GIF-300-MEGA

Últimas notícias

latest
Continua abaixo do anúncio
Butique-das-utilidades

Delmasso quer o programa “Células motivadoras” pra combater o abandono escolar na rede pública do DF

Por Camila Braga O Projeto de Lei nº 1292/2020 institui na rede pública de ensino, o Programa “Células Motivadoras”, com o propósito de prev...



Por Camila Braga

O Projeto de Lei nº 1292/2020 institui na rede pública de ensino, o Programa “Células Motivadoras”, com o propósito de prevenir o abandono escolar de estudantes na rede pública de ensino do Distrito Federal

A proposição é de autoria do vice-presidente da Câmara Legislativa, deputado Delmasso (Republicanos-DF), e foi apresentada no dia 30/06, com o intuito de motivar e conscientizar os estudantes em relação ao papel e a função da escola na sociedade.

O projeto visa promover palestras e debates sobre evasão e abandono escolar, mobilizações e ações de caráter educativo, em parceria com a comunidade escolar, sociedade civil organizada e instituições dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além da criação de grupos voluntários de monitoramento e apoio de alunos em risco de abandono escolar.

Conforme o projeto, células motivadoras “são núcleos de monitoramento, apoio e conscientização dos alunos em risco de abandono escolar, formados por professores, estudantes e membros da gestão escolar”.

O PL ainda explica como serão organizadas as Células e a função de cada um dos membros. Em justificativa, o deputado explica a importância da aprovação da matéria devido o momento de pandemia que o mundo inteiro vive.

O projeto que institui o programa Células Motivadoras consiste em núcleos de apoio e monitoramento dos alunos em risco de abandono e evasão escolar. “Uma vez identificados os alunos, o núcleo promove rodas de conversas sobre temas relacionados à realidade escolar e seus problemas e escreverem cartas, feitas à mão, ao aluno infrequente enunciando que sentem sua falta e que gostariam que este voltasse à rotina escolar. Ainda, se o problema não se resolver com este contato, a Célula planeja uma visita ao aluno ausente, mostrando que a comunidade se solidariza e quer o colega de volta pra escola”, comentou o deputado Delmasso.

O provável aumento de índices de evasão escolar tem sido apontado por especialistas como uma das principais consequências desse período prolongado de paralisação das atividades presenciais na educação. Embora a rede de ensino pública do Distrito Federal venha buscando, por meio da oferta de atividades de ensino online, reduzir os prejuízos na aprendizagem de seus estudantes, o desafio de mantê-los engajados nos estudos é grande.

Com a possibilidade de ampliação da quantidade de alunos do ensino médio da rede pública distrital de educação abandonarem a escola, em função da pandemia da Covid-19. Isso simboliza um custo individual muito alto para a vida desses jovens, pesquisas apontam que pessoas mais escolarizadas possuem melhores resultados no mercado de trabalho e na renda.

Nenhum comentário