HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest
Continua abaixo do anúncio
Butique-das-utilidades

Latrocínios, estupros e roubos caem no 1º semestre na cidade de SP

No período, marcado pela pandemia, também houve queda nos de furtos em geral e de veículos, Indicador de extorsão mediante sequestro ficou e...

No período, marcado pela pandemia, também houve queda nos de furtos em geral e de veículos, Indicador de extorsão mediante sequestro ficou estável

A capital paulista fechou o primeiro semestre de 2020 com redução nos latrocínios e estupros. Os roubos e furtos em geral e de veículos também recuaram e as extorsões mediante sequestro ficaram estáveis.

O número de casos e de vítimas de latrocínios caíram 16,1% e 18,8% respectivamente. A quantidade de ocorrências passou de 31 para 26 e a de vítimas de 32 para 26 - o menor total da série histórica, iniciada em 2001.

Com 147 casos a menos, os estupros diminuíram 11,8% no período. No primeiro semestre deste ano, foram contabilizados 1.096 casos, ante 1.243 em igual período de 2019. O indicador de extorsão mediante sequestro ficou estável, com três boletins de ocorrência registrados.

Os casos e vítimas de homicídios subiram de 328 para 338 e de 346 para 358, respectivamente. Assim, as taxas dos últimos 12 meses (de julho de 2019 a junho de 2020) ficaram em 5,56 casos e 5,87 vítimas para cada grupo de 100 mil habitantes.

Roubos e furtos

Os roubos de veículo recuaram 32,7%, com 3.502 casos a menos. Foram contabilizados 7.207 boletins de ocorrência desta natureza no primeiro semestre deste ano, contra 10.709 - a soma é a menor da série histórica.

O número de furtos de veículo também foi o menor registrado no período, desde o início da série histórica. Com 13.379 ocorrências registradas de janeiro a junho deste ano, ante 18.585 em igual período de 2018, o indicador caiu 28%.

Os roubos em geral diminuíram 0,1%, passando de 68.170 para 68.130 - 40 casos a menos. O mesmo ocorreu com os furtos em geral, que reduziram 26,7%, passando de 118.953 para 87.135 - 31.818 a menos.

Os roubos de carga tiveram uma queda ainda maior, passando de 1.741 para 1.455 (-16,4%). Já os roubos a banco apresentaram alta de dois casos, sendo que a quantidade passou de oito para dez.

Produtividade

Na capital, o trabalho realizado pelas polícias paulistas no primeiro semestre do ano resultou em 14.991 prisões e 3.736 flagrantes por tráfico de drogas registrados. No período, 1.382 armas de fogos foram retiradas das ruas da cidade.

Thays Reis, da Agência Record

Nenhum comentário