Contra trânsito de caminhão de lixo, grupo ateia fogo e bloqueia via na Estrutural - Estrutural On Line

Últimas notícias

Post Top Ad

Galeria Estrutural on line logo%2Bexalte%2Bao%2Bsenhor%2Bpara%2Bo%2Bblog

Post Top Ad

ESTRUTURAL - DF TEMPO AGORA

24/10/2014

Contra trânsito de caminhão de lixo, grupo ateia fogo e bloqueia via na Estrutural

Moradores da Cidade Estrutural, no Distrito Federal, bloquearam uma via na quadra do Setor Oeste e atearam fogo em pneus, galhos e entulho na tarde desta quarta-feira (22), em protesto contra a passagem de caminhões de lixo no local. O grupo tentava bloquear o acesso dos veículos que seguem rumo ao lixão do DF. O dono de uma loja de material de construção ao lado do protesto foi preso, suspeito de atear fogo a pilha de objetos.

Os moradores afirmam que a rua não faz parte do roteiro usual dos caminhões, mas começou a ser usada como atalho. Eles também dizem que os veículos levantam muita poeira e deixam uma trilha de lixo e entulho por onde passam, além do mau cheiro.
Um funcionário da administração regional da Estrutural, que não quis ser identificado, reconheceu que a rua bloqueada não deveria estar no roteiro dos caminhões de lixo, mas disse que a população não pode “agir por conta própria”.
A rua foi bloqueada por volta das 14h. Os moradores atearam fogo uma hora após o início do protesto. Policiais militares do 4º Batalhão (Guará) foram acionados para monitorar o ato, mas não houve conflito no local.
O Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar as chamas, mas até as 17h30 não havia chegado ao local. O fogo foi apagado por um caminhão tanque da Valor Ambiental, empresa contratada pelo GDF para retirada de entulho. A companhia foi chamada pela administração regional, que também levou uma máquina ao local para desobstruir a via.
A mulher do homem que foi preso, Laudicéia Martins, de 25 anos, afirma que o marido estava trabalhando no momento da prisão e que a PM agiu de forma arbitrária. “A gente estava descarregando um caminhão na rua ao lado. Acharam um galão de óleo vazio aqui dentro da loja e falaram que tinha sido ele. A gente não tem nada a ver com isso”, afirmou.
Série de protestos
A manifestação desta terça foi a segunda em menos de uma semana. Na última sexta (17), moradores de outra rua na Estrutural também fizeram bloqueios para forçar os motoristas da coleta de lixo a transitarem pelas rotas determinadas pelo governo.
Na ocasião, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) disse ao G1 que havia descumprimento dos motoristas, e que a rota pela quadra 12 na Estrutural já tinha sido retomada. Os moradores da região se reuniram com o GDF no mesmo dia, mas saíram do local sem a garantia de que o problema seria resolvido.
Mateus Rodrigues Do G1 DF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade