Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Governo demite Silva e Luna da Petrobras e anuncia mudança

Em nota, Ministério de Minas e Energia informou que indicou o economista Adriano Pires para assumir o comando da empresa Nesta segunda-feira...

Em nota, Ministério de Minas e Energia informou que indicou o economista Adriano Pires para assumir o comando da empresa



Nesta segunda-feira (28), o governo federal anunciou a demissão do presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna. Em seu lugar assumirá o atual presidente do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE), Adriano Pires.

A informação foi divulgada em nota pelo Ministério de Minas e Energia. A Pasta informou que “consolidou a relação de indicados do Acionista Controlador para compor o Conselho de Administração da Petróleo Brasileiro S.A. – Petrobras, a ter efeito a partir da confirmação pela Assembleia Geral Ordinária, que ocorrerá em 13 de abril de 2022”.

Ainda no comunicado, a Pasta informou que “relação apresenta o Sr. Rodolfo Landim para o exercício da Presidência do Conselho de Administração e o Sr. Adriano Pires para o exercício da Presidência da Empresa”.

Por fim, o governo renovou “o seu compromisso de respeito a sólida governança da Petrobras, mantendo a observância dos preceitos normativos e legais que regem a empresa”.

Veja a nova cúpula da Petrobras, de acordo com o comunicado divulgado pelo governo:

Luiz Rodolfo Landim Machado. O Sr. Luiz Rodolfo Landim Machado é graduado em engenharia civil com especialização em obras hidráulicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1979), com pós-graduação em engenharia de petróleo pela Petrobras (1980) e pela Universidade de Alberta (1985) e em administração de negócios pela Universidade de Harvard (1994). Ingressou na Petrobras em 1980, onde trabalhou por 26 anos e ocupou diversas funções gerenciais na área de Exploração & Produção, incluindo Superintendente de Produção da Região de Produção do Nordeste, Superintendente do Distrito de Produção da Área Norte, Gerente Geral de Exploração e Produção da Bacia de Campos e Gerente Executivo de Exploração e Produção das Regiões Sul e Sudeste. Entre 2000 e 2003 foi presidente da Gaspetro, responsável pelas participações societárias da Petrobras nas companhias de transporte e distribuição de gás natural, além de atuar como Diretor Gerente e Gerente Executivo de Gás Natural, compondo o Comitê de Negócios da Petrobras. Entre 2003 e 2006 foi presidente da Petrobras Distribuidora S.A. – BR. Após sair da Petrobras, atuou como Diretor Geral da MMX Mineração e Metálicos S.A. (2006 a 2008), fundador e posteriormente CEO da OGX Petróleo e Gás Participações S.A. (2008 a 2009) e CEO da OSX Brasil S.A. (2009-2010). Entre 2010 e 2020 foi Presidente do Conselho de Administração e CEO da Ouro Preto Óleo e Gás S.A., coordenando com sucesso as negociações que resultaram na venda da Ouro Preto para um investidor privado com atuação na indústria de óleo e gás, em fevereiro de 2020. Desde 2019 é o presidente do Clube de Regatas do Flamengo, o clube com maior valor de mercado do Brasil, com um faturamento anual de R$ 950 milhões. Possui diversas experiências como membro de Conselho de empresas e entidades, incluindo o Instituto Brasileiro de Petróleo – IBP.

Adriano José Pires Rodrigues – Adriano José Pires Rodrigues é graduado em Economia, Doutorado em Economia Industrial pela Universidade de Paris XIII, Mestrado em Planejamento Energético. É Diretor-Fundador do Centro Brasileiro de InfraEstrutura – CBIE, coordenando projetos e estudos para a indústria de gás natural, a política nacional de combustíveis, o mercado de derivados de petróleo e gás natural. Foi Professor Adjunto do Programa de Planejamento Energético da COPPE/UFRJ, exercendo as funções de pesquisador e consultor junto a empresas e entidades internacionais – UNESCO, CEE, BIRD -, Agência Nacional de Energia Elétrica, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico e Unicamp. Atuou como Assessor do Diretor-Geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, além de ter exercido os cargos de Superintendente de Abastecimento, de Importação e Exportação de Petróleo, seus Derivados e Gás Natural.

Sonia Julia Sulzbeck Villalobos. A Sra. Sonia Julia Sulzbeck Villalobos é bacharel em administração pública e tem mestrado em administração de empresas com especialização em finanças, ambos na Escola de Administração de Empresas de São Paulo (EAESP-FGV). Sonia Villalobos tem mais de 30 anos de experiência no mercado acionário brasileiro, sendo a primeira pessoa na América do Sul a receber a credencial CFA em 1994. Sonia Villalobos trabalhou de 1985 a 1987 na Equipe DTVM, e de 1987 a 1989 no Banco Iochpe como analista de investimentos. De 1989 a 1996, no Banco Garantia como Chefe do Departamento de Análise de Investimentos, quando foi votada melhor analista do Brasil pela Revista Institutional Investor em 1992, 1993 e 1994. Trabalhou de 1996 a 2002 na Bassini, Playfair & Associates como responsável por private equity no Brasil, Chile e Argentina. De 2005 a 2011, trabalhou para Larrain Vial como gestora de fundos. De 2012 a 2016, Sonia Villalobos trabalhou como sócia fundadora e gestora dos fundos de ações na América Latina pela Lanin Partners. Desde 2016, é professora do Insper na pós-graduação Lato Sensu nas matérias de gestão de ativos e análise de demonstrações financeiras. Sonia Villalobos é membro do Conselho de Administração da Telefônica do Brasil desde 2016 e da LATAM Airlines Group S.A desde 2018. Ela também atuou como membro do Conselho de Administração, no período entre 1996 e 2002, das empresas TAM Linhas Aéreas e Método Engenharia (Brasil), Tricolor Pinturas e Fanaloza/Briggs (Chile), Milkaut e Banco Hipotecario (Argentina). Foi membro do Conselho de Administração da Petrobras de 2018 até 2020, sendo eleita novamente em 2021.

Luiz Henrique Caroli. O Sr. Luiz Henrique Caroli é Almirante de Esquadra da Marinha do Brasil desde 2016. Além da Escola Naval, o Sr. Luiz Henrique Caroli fez os cursos na Escola de Guerra Naval, incluindo Comando e Estado-Maior (Mestrado em Ciências Navais), Superior de Guerra Naval e Política e Estratégia Marítimas (Doutorado em Ciências Navais). Ele também concluiu o curso de Altos Estudos de Política e Estratégia, na Escola Superior de Guerra. Possui pós-graduação em Planejamento Estratégico e Gestão pelo Instituto COPPEAD da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi membro de diversas Comissões relacionadas à Marinha do Brasil e representante permanente do Brasil junto à Organização Marítima Internacional.

Ruy Flaks Schneider. O Sr. Ruy Flaks Schneider é engenheiro industrial mecânico e de produção formado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC/RJ) em 1963 e mestre em engenharia econômica pela Universidade de Stanford em 1965, cursou a Escola Superior de Guerra. Oficial da Reserva da Marinha. Fundou na PUC/RJ o Departamento de Engenharia Industrial, tornando-se seu primeiro Diretor (1966-1968), estabelecendo o primeiro programa de mestrado em Engenharia Industrial no Brasil. Com diversos artigos publicados, atua como palestrante, no Brasil e no exterior. Acumulou vasta experiência, tanto como executivo quanto como membro do Conselho de Administração e Conselho Fiscal de grandes empresas, incluindo Xerox do Brasil SA (1966-1970), Banco Brascan de Investimento SA e Banco de Montreal AS – Montreal Bank (1970-1998), Grupo Multiplan (1988-1991) e INB Indústrias Nucleares do Brasil (2007-2012). Atuou como membro do Conselho Consultivo do Banco Central para o mercado de capitais, participando da assessoria na preparação do programa de conversão de dívida externa. Criou o primeiro fundo de pensão multipatrocinado e introdutor no Brasil dos fundos de Contribuição Definida. É membro do Conselho de Administração da Eletrobras desde 2019 e da Petrobras desde 2020.

Márcio Andrade Weber. O Sr. Márcio Andrade Weber é engenheiro civil formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1975), com especialização em engenharia de petróleo pela Petrobras. Ingressou na Petrobras em 1976 onde trabalhou por 16 anos, tendo sido um dos pioneiros no desenvolvimento da Bacia de Campos, e ocupou, em seguida, diversos cargos gerenciais e diretivos entre os quais se destacam atividades no exterior, na área internacional da Petrobras, em Trinidad (1980-1981), Líbia (1984-1986) e Noruega (1987-1990). Foi membro da Diretoria de Serviços da Petrobras Internacional (Braspetro) (1991-1992) e Diretor da Petroserv S.A. (2007-2020), desenvolvendo a participação da companhia nas atividades de E&P, navegação de apoio e sondas de perfuração para águas profundas. Foi responsável como CEO da empresa BOS navegação (JV entre Petroserv e duas companhias estrangeiras) pela construção em estaleiros nacionais de 4 rebocadores de apoio. Paralelamente, como Diretor da Petroserv participou na construção e operação de 4 plataformas de perfuração para águas profundas, unidades estas que entre seus clientes se encontram a Shell e a ENI (Indonésia). Posteriormente prestou assessoria ao grupo PMI na operação das referidas unidades (2020-2021).

Eduardo Karrer. Eduardo Karrer é graduado em Engenharia Civil e Executivo com 30 anos de experiência na gestão de diferentes conglomerados, incluído entidades públicas e privadas, e no relacionamento permanente com investidores e acionistas, com facilidade de construir parcerias estratégicas, com o propósito de construir legado sustentável para sociedade, agregando valor em grandes corporações nacionais e internacionais, privadas e públicas, com diferentes culturas organizacionais, tais como ENEVA, MPX, Rio Polímeros, El Paso e Petrobras. Tem larga experiência em originação, estruturação, implantação e operação de ativos e unidades de negócios em vários Países, destacando-se Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Bolívia e Estados Unidos. Atuou em empresas de capital aberto, incluindo as posições de CEO e diretor de relação com investidores e stakeholders na América do Sul, América do Norte, Europa e Ásia. Com histórico profissional de executivo do Banco BrasilPlural – Head, Gás & Energia, Sócio Gestor da Companhia Positiva de Energia- Energia, Sócio Gestor, CEO da ENEVA S.A. – Energia e Logística, da MPX Energia S.A. – Energia e Logística, RIO POLÍMEROS S.A. – Petroquímica, EL PASO – Gás, Energia, Petróleo, PETROBRAS Distribuidora S.A. e Petróleo Brasileiro S.A – Petróleo, Gás e Energia, Brasil. Foi membro do Conselho de Administração da El Paso Energy International, Texas, EUA, Gasoducto del Pacífico, Chile, TBG, Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia Brasil, Capsa Capex , Argentina, MPX Colômbia, Seival Sul Mineração.

Carlos Eduardo Lessa Brandão. O Sr. Carlos Eduardo Lessa Brandão é engenheiro civil (UFRJ), Mestre em Planejamento Energético (COPPE/UFRJ) e Doutor em História e Filosofia da Ciência (HCTE/UFRJ), com MBA Executivo em Finanças (IBMEC). É sócio da JFLB Ltda. (desde 2005), atuando em consultoria em governança e sustentabilidade e em educação executiva. O Sr. Brandão tem 18 anos de experiência como executivo em construção, TI, meios de pagamento, telecomunicações, comércio eletrônico e sistemas de informação geográfica. Atuou em desenvolvimento de negócios e M&A como CFO e diretor executivo de holdings (AG Telecom e Valepontocom) e de empresas do portfólio. Desde 2016 atua como conselheiro independente. Foi conselheiro de administração da Companhia de Distribuição de Gás do Rio de Janeiro (2016-18), Progen S/A (2016-18), Cemig (2017-18) e Multiner S/A (2018-21). É conselheiro consultivo da Santa Ângela Urbanização e Construções Ltda. Com relação aos temas ESG, é conselheiro de administração do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa–IBGC e membro do Standards Advisory Council do B Lab (EUA). Foi membro dos conselhos do Instituto Ethos, do Índice de Sustentabilidade Empresarial–ISE, da B3, do Fundo Ethical e do Conselho de Stakeholders da Global Reporting Initiative (Holanda). É administrador de recursos de terceiros autorizado pela CVM e conselheiro de administração certificado pelo IBGC (CCA+).

Por Henrique Gimenes - Pleno News

Nenhum comentário