Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Escola que abrigava 400 pessoas é bombardeada, afirma Ucrânia

Ainda não há informações sobre o número de vítimas em razão do ocorrido O conselho municipal da cidade ucraniana de Mariupol informou, na ma...

Ainda não há informações sobre o número de vítimas em razão do ocorrido



O conselho municipal da cidade ucraniana de Mariupol informou, na manhã deste domingo (20), que forças russas teriam bombardeado uma escola de arte na região. De acordo com o conselho, 400 pessoas estariam abrigadas na escola que foi alvo do ataque, mas ainda não há informações sobre o número de vítimas por conta do ocorrido.

Em uma mensagem divulgada em seus canais oficiais no Telegram, o conselho informou que mulheres, crianças e idosos estavam abrigados na escola de arte G12. A mensagem ainda acusa os russos de crimes de guerra, seguindo a mesma postura do discurso do presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky.

MORTES DE CIVIS
O escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) informou, no sábado (19), que pelo menos 847 civis foram mortos e 1.399 ficaram feridos na Ucrânia até o dia 18 de março. A maioria das mortes teria sido causada por armas explosivas.

A agência de notícias Reuters revelou, porém, que acredita-se que o número real seja consideravelmente maior, já que o ACNUDH, que possui uma grande equipe de monitoramento no país, não conseguiu verificar os relatos de vítimas de várias cidades gravemente atingidas.

Por Paulo Moura - Pleno News

Nenhum comentário