Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Idosa é presa após matar marido e concretar o corpo em escada

Mulher de 78 anos estava foragida há 12 anos



Uma idosa, de 78 anos, acusada de assassinar o ex-marido e ocultar o corpo, foi presa, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, nesta sexta-feira (4). A mulher encontrava-se foragida da Justiça há 12 anos.

O crime ocorreu em 2010. O nome da acusada não fora divulgado, mas a vítima chamava-se Jorge Alcir de Mendonça. De acordo com a Polícia Civil, a autora do crime não aceitou o fim do relacionamento na época. Jorge se relacionou com outra pessoa, porém reatou com a mulher cerca de quatro meses antes de ser assassinado.

Ainda de acordo com os policiais, em janeiro de 2010, o irmão de Jorge foi até a delegacia para comunicar o desaparecimento da vítima. Os agentes encontraram o corpo de Jorge, em avançado estado de putrefação, concretado no vão de uma escada da residência onde ele morava.

O laudo de necropsia apontou a causa da morte de Jorge Alcir como sendo traumatismo de crânio e tórax causado por ação contundente.

Em depoimento, a mulher confessou o crime e confirmou ter fugido para a Paraíba, onde ficou cerca de três anos, retornando para o Rio de Janeiro, tendo ficado primeiramente em Saquarema e, posteriormente, em Niterói.

Ela afirmou que matou o companheiro a pauladas e que, no dia seguinte, foi até uma loja de construção, adquiriu material para concretar o corpo no vão da escada e fugiu do estado do Rio de Janeiro em seguida.

Foi cumprido um mandado de prisão preventiva contra a idosa, sob as acusações de homicídio e ocultação de cadáver.

Por Monique Mello - Pleno News

Nenhum comentário

Agradecemos pelo comentário.