Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Diretor depõe após escola ser acusada de expor comunismo

Denúncia foi feita pelo Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos O diretor de uma escola municipal de Resende, no Rio de Janeiro, pr...

Denúncia foi feita pelo Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos



O diretor de uma escola municipal de Resende, no Rio de Janeiro, prestou depoimento à polícia para responder a uma denúncia feita pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) de que alunos estariam sendo expostos a “conceitos comunistas”, onde professores estão “induzindo sua ideologia, além de pregar ensinamentos de ideologias de gênero”.

O diretor do Colégio Municipal Getúlio Vargas, Paulo Henrique Nogueira, recebeu a intimação no dia 18 de novembro e prestou depoimento à Polícia Civil quatro dias depois. O documento protocolado pelo MMFDH é baseado em denúncia anônima de que a escola estaria expondo os adolescentes aos preceitos do comunismo.

– Denunciante informa que Escola Municipal Getúlio Vargas está expondo os adolescentes aos conceitos comunistas, induzindo sua ideologia política. Além de também pregar ensinamentos de ideologia de gênero. Denunciante alega que a responsabilidade de direcionar a conduta dos jovens pertence unicamente aos pais e não à escola – afirma.

Procurada pelo portal UOL, a Prefeitura de Resende declarou que a informação passada pela Secretaria Municipal de Educação é de que “o diretor do colégio Getúlio Vargas recebeu uma intimação da delegacia de Polícia Civil da cidade, para prestar esclarecimentos sobre uma denúncia anônima”, e que o diretor teria informado ao delegado que a denúncia “não procede”.

Por Paulo Moura - Pleno News

Nenhum comentário