Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

“Bebê Satã” exposto em Capitólio por satanistas gera revolta

Grupo chamado Templo Satânico fez exposição anticristã em Illinois e outros estados dos EUA Uma polêmica exibição de arte festiva do The Sat...

Grupo chamado Templo Satânico fez exposição anticristã em Illinois e outros estados dos EUA



Uma polêmica exibição de arte festiva do The Satanic Temple (Templo Satânico) do estado de Illinois (EUA) gerou revolta em líderes religiosos. Na última semana, o grupo exibiu a escultura de uma versão infantil de Baphomet, uma divindade satânica semelhante a uma cabra, e foi montada ao lado de uma exibição tradicional da Natividade Cristã dentro do prédio do governo, o Capitólio de Illinois.

A exposição foi em comemoração ao feriado satânico de “sol invicto”. De acordo com o site da organização, sol invicto é uma “celebração de ser invicto pela superstição e consistente na busca do compartilhamento de conhecimento”.

– A tradição deste ano marca uma maior urgência na mensagem de harmonia e reconciliação do Baphomet – disse a diretora de operações de campanha do Templo Satânico, Erin Helian.

Todos os anos, o Capitólio do estado acolhe uma gama diversificada de religiões para exibir esculturas durante a temporada de férias. O Templo Satânico tem mais de meio milhão de membros registrados e, além de Illinois, colocou as exposições de final de ano na Flórida, Indiana e Michigan.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra os membros bradando “Salve, Satanás!”, enquanto um líder identificado como Ministro Adam descreveu o que a exibição representou para o grupo. Perto do grupo, manifestantes aparecem, alguns segurando um rosário e recitando a oração cristã “Ave Maria”.

Eles também exibiam cartazes com frases como “Satanás não tem direitos” e “Vá embora, Satanás! Maria esmaga a serpente”.

De acordo com o portal Israel 365 News, a exposição do Templo Satânico foi projetada por Chris P. Andres, cujas obras se concentram em imagens satânicas.

De acordo com os direitos da Primeira Emenda à liberdade de expressão e de culto, conforme garantido pela Constituição dos Estados Unidos, todos os grupo tinham permissão para exibições. Tal informação constava uma placa afixada no local.


Por Monique Mello - Pleno News

Nenhum comentário