Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Avião se choca com caminhão de degelo em pista na Rússia

Veículo do aeroporto foi tombado após o choque com o avião sem que a tripulação percebesse o acidente. Motorista ficou ferido Países com inv...

Veículo do aeroporto foi tombado após o choque com o avião sem que a tripulação percebesse o acidente. Motorista ficou ferido



Países com inverno rigoroso, como a Rússia, precisam de um artifício técnico para manter seus aviões em operação sem causar grandes atrasos ou transtornos significantes aos passageiros durante o transporte de cargas.

O acúmulo de neve na superfície das aeronaves, especialmente nas asas e profundores, é combatido com uma técnica conhecida como de-icing, realizada por caminhões que borrifam uma substância especial para derreter o gelo.

É esse serviço que garante 100% de segurança durante a decolagem e permite à aeronave realizar todas as manobras necessárias.

Apesar de garantir segurança à aeronavegação, um desses caminhões foi atingido na manhã desta quinta-feira (16) por um Airbus A350-900 da russa Aeroflot, em Moscou, como mostra o vídeo do perfil Breaking Aviation News & Videos.

De acordo com o Simple Flying, o voo SU158, da Aeroflot, opera três vezes por semana (terças, quintas e sábados) do hub da companhia aérea de bandeira russa no Aeroporto Internacional de Moscou Sheremetyevo (SVO). Ele utiliza o Airbus A350-900, e os dados do RadarBox.com mostram que o horário normal de partida do voo é 08h55. Seu destino é Cancún, no México, onde normalmente está programado para chegar às 14h05.

A operação desta quinta-feira (16) do SU158 não funcionou tão bem como estava previsto. De acordo com relatos do airlive.net, a aeronave colidiu com um caminhão de degelo nesta manhã enquanto taxiava em Moscou. É alarmante que a tripulação só tenha notado o incidente após ser alertada pelos passageiros. Uma fonte da Aeroflot teria dito à agência de notícias russa TASS que:

"Conforme aludido no depoimento, enquanto os ocupantes do avião saíram ilesos da colisão, o mesmo não poderia ser dito do motorista do caminhão de degelo." O impacto parece ter empurrado o veículo para o lado, e seu operador aparentemente sofreu ferimentos internos. O ferido foi encaminhado imediatamente ao hospital.


A colisão, compreensivelmente, causou atrasos significativos no vôo SU158. Com a partida programada para as 8h55 desta manhã, dados do RadarBox.com mostram que, em decorrência do incidente, isso não ocorreu até as 14h27, horário local, o que representou um atraso de pelo menos cinco horas e meia. 

O Airbus A350-900 que colidiu com o caminhão de degelo no solo leva a matrícula VP-BXC, é bem novo, e voou pela primeira vez em março deste ano. A aeronave tem 316 assentos em uma configuração de três classes e pode acomodar 264 passageiros da classe econômica, 24 da classe econômica premium e 28 passageiros executivos. Ele permanece no terreno em Moscou após o incidente.

Por LUIZ FARA MONTEIRO | Do R7

Nenhum comentário