Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Santa Catarina é o 1º estado a unificar números de CPF e RG

Estado começou adotar oficialmente o documento único esta semana Santa Catarina é primeiro estado do país a adotar o CPF como número de iden...

Estado começou adotar oficialmente o documento único esta semana



Santa Catarina é primeiro estado do país a adotar o CPF como número de identidade único. A implementação entrou em vigor nesta semana, com o objetivo de evitar fraudes e dar mais segurança aos cidadãos.

A nova carteira de identidade é um projeto desenvolvido pelo Instituto Geral de Perícias catarinense (IGPSC).

– A gente alerta que essas exigências não são simplesmente burocracia, mas, sim, para dar segurança para o cidadão, para garantir que é ele mesmo que está fazendo o documento para ele e não uma outra pessoa se passando por ele – explica Fernando Souza, diretor de identificação do IGPSC.

O governador Carlos Moisés (PSL) comemorou o que ele chamou de conquista inédita de Santa Catarina.


– Essa é uma conquista que tem tudo a ver com o estilo de governança que desenvolvemos, aproximando o governo do cidadão a partir de soluções inovadoras e eficientes. É um grande passo para muitos outros que virão. Além da praticidade de se ter uma só numeração para os dois principais documentos presentes em nossas vidas, a fusão do CPF com o RG vai eliminar inconsistências do sistema e blindá-lo contra a maior parte das fraudes na emissão da carteira de identidade – destacou.

O processo de mudança iniciou há três anos, quando o Instituto Geral de Perícias do estado começou a cruzar informações com o banco de dados da Receita Federal.

De acordo com Fernando Souza, no Brasil, por ano, são bilhões de reais para cobrir golpes por documentação. O CPF vinculado à impressão digital e à fotografia deverá dificultar a ação de criminosos.

Segundo o perito-geral do IGPSC, Giovani Eduardo Adriano, se replicado em todo o Brasil, o projeto poderia integrar todos os sistemas estaduais ao banco de dados da Receita Federal, tendo o CPF como chave única.

– A fusão do CPF com o RG vai eliminar de forma significativa as inconsistências do sistema e blindá-lo contra a maior parte das fraudes na emissão da carteira de identidade – explicou.

Por Monique Mello - Pleno News

Nenhum comentário