Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Diretores da Anvisa são alvos de nova ameaça de morte

Agência recebeu segundo e-mail anônimo A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou um comunicado, nesta quarta-feira (3), r...

Agência recebeu segundo e-mail anônimo



A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou um comunicado, nesta quarta-feira (3), revelando ter recebido novas ameaças de morte contra diretores e servidores da agência. Os criminosos iniciaram as ameaças após a Pfizer anunciar que pedirá autorização da autarquia para aplicar a vacina contra a Covid-19 em crianças com idades entre 5 e 11.

De acordo com a Anvisa, a ameaça em questão foi feita no dia 29 de outubro, através de um e-mail anônimo.

– A ameaça se dá 24 horas após o primeiro texto de tema semelhante ter sido recebido na agência, embora o autor não seja, aparentemente, o mesmo – noticiou.

A Anvisa já acionou as presidências da República, do Senado, da Câmara, e do Supremo Tribunal Federal (STF), além da Procuradoria-Geral da República (PGR), ministérios da Justiça, da Saúde, Casa Civil, Polícia Federal e Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal.

– Em meio a essas ameaças ao Estado brasileiro, a Anvisa, o Poder de Polícia desse mesmo estado no campo de Vigilância Sanitária, segue com a sua missão institucional de proteger a saúde do cidadão de maneira ampla e se mantém na vanguarda do enfrentamento da Covid-19 em nosso país – destacou a agência em nota.

PRIMEIRA AMEAÇA

No último dia 28, cinco diretores da Anvisa responsáveis por autorizar vacinas no Brasil foram alvos de ameaças de morte. A intimidação ocorreu dois dias após a Pfizer anunciar que pediria a liberação do imunizante contra a Covid-19 para crianças com idades entre 5 e 11 anos.

As ameaças também foram endereças a instituições escolares do estado do Paraná.

Ainda não há informações sobre a autoria dos e-mails.

Por Gabriela Doria - Pleno News

Um comentário

  1. Deveriam repensar, o pq de ameaçar para impor um tipo só de vacina para os pequenos.. estranho preciso ser melhor investigado e Brasil não é laboratório para o povo ser testado e irem descobrindo as reações. Vacina sim mas com prudência.

    ResponderExcluir